X Contos Eroticos » Incesto » Mamei deliciosamente o cacete do meu irmão

Mamei deliciosamente o cacete do meu irmão

  • 29 de setembro de 2018
  • 7665 views

Olá, me chamo Jay tenho 22 anos, branquinha, cabelos pretos, 1,70 de altura, 65 kg, seios médios e bunda bem volumosa.
entao gente preciso contar pra vcs oq aconteceu comigo na noite passada. A noite por volta das 20h saí da academia e fui pra casa, quando cheguei na porta de casa minha mae tinha saído e eu tinha esquecido a chave dentro de casa entao nao tinha como entrar, entao resolvi ir na quitinete onde meu irmão mora com um amigo dele, meu irmão tem 20 anos, é alto, bem forte, cabelo baixo… a quitinete fica nos fundos da nossa casa, cheguei na porta chamei por ele e

ninguem respondeu, entao mexi na porta e estava aberta entrei e nao tinha ninguem na sala, fui ate o quarto pra ver se ele estava la, quando abri a porta do quarto tomei um susto… descobri porque meu irmao nao me ouviu quando chamei por ele… meu irmao estava sentado na cama assistindo porno no notebook com fone de ouvido e tocando punheta, estava tao concentrado que nem notou que eu estava ali na porta vendo ele. Mesmo sendo meu irmão nao puder deixar de notar que ele tinha um cacete maravilhoso, começei a ficar excitada, e nao sabia oque fazer, se eu saía dali ou deixava ele me ver ali pra ver oq aconteceria… mas acabei mesmo foi ligando o foda-se e caminhei devagar ate perto dele e coloquei a mão no cacete dele, na hora ele tomou um susto tao grande que deu um pulo e começou a gritar: “Jay vc ta maluca, oque vc esta fazendo aqui? vc nao deveria estar, nao deveria ter tocado em mim, sou seu irmão, vc ta maluca? vou falar pra mãe” … eu debati: “se falar eu falo pra todo mundo que vc é um punheteiro que nao come ninguem e fica só em casa batendo punheta e vendo porno”…. ai ele disse que nao iria contar e que eu fosse logo embora, mas ai eu disse que queria ver ele terminar porque eu estava gostando de ver… ai ele disse: “vc ta louca, oq houve com vc? claro que vc nao vai ficar aqui vendo nada, nao era nem pra estar aqui.”… eu falei “por favor maninho agora que ja vi tudo deixa terminar, ate pq nao tem ninguem la em casa, tenho que ficar aqui ate a mamãe chegar”… Nessa hora Ele ja estava sentado na cama com o travesseiro encima do pau e o filme estava rolando, entao olhei pro filme e a mulher estava engolindo o pau gigante do cara, entao comentei “nossa como ela consegue engolir essa piroca toda com tanta facilidade”. ele meio que me ignorou.
Ai eu olhei pra ele e pedi: ” deixa eu fazer em vc oque ela esta fazendo nele”… ele “para de falar merda garota, ta passando dos limites.” eu ” aaah para de graça maninho, vai rejeitar mesmo um boquete? vai morrer na punheta desse jeito”… “deixa de ser retardada, claro que vou recusar, vc é minha irmã, nao podemos fazer isso e eu nao quero”… “vai dizer que vc nao esta de pau duro? duvido que nao esteja”… “não, nao estou de pau duro”… mas ele estava sim, tinha certeza que estava.. entao abaixei meu decote deixando meus seios a mostra… ele mandou eu parar com isso e era melhor eu cobrir meus seios, ai eu falei “porque? ta com medo de nao resistir?”… ele ficou calado e eu fui colocando a mao por baixo do travesseiro dele e ele tentando impedir minha mao de tocar nele.. “deixa maninho, deixar só eu tocar no seu pau, só tocar nada mais, tocar nao tem problema nenhum, vai ser melhor do que tocar punheta sozinho”.. ele ja nao falava mais nada só com ficava com cara de espantado e olhando pra mim e pro filme, ele foi deixando e logo minha mao estava no pau dele que estava muito duro, sabia que safado estava adorando.. com a outra mao eu tirei o travesseiro de cima e começei a masturbar ele fazendo cara de safada, ele ficava olhando hora pra mim, hora pros meu peitos e hora pro filme e gemia baixinho com tesao, o cacete dele estava muito duro, uma delicia de 18cm. Eu nao estava mais aguentado so masturbar aquele cacete e aproveitei uma distração dele quando ele estava olhando pro filme porno, e coloquei a boca no cacete dele, coloquei quase a mete do cacete dele na boca e ele deu um gemido e disse “caralho Jay oque vc ta fazendo? ta louca, nao podemos fazer isso, era so pra tocar” empurrei o mais fundo q consegui daquele cacete na minha boca olhando pra ele, tirei a boca do pau dele e perguntei se ele queria q parasse. ele “Caralho Jay nao podemos, mas vc ta deixando impossivel resistir… PORRAAA, foda-se, cai de boca vai, chupa meu cacete, num é isso que vc quer? entao mama safada”.. era tudo que eu queria naquele momento, dei um sorriso e começei a mamar o cacete dele de novo, babava ele todo, ele empurrava minha cabeça com a mao contra o cacete dele, e eu quase vomitava e deixava muita baba escorrer no cacete dele, ele gemia muito, seu pau ficava cada vez mais duro tava começando a pulsar, tirei a boca e fiquei punhetando ele e falei com cara de safada “goza na minha boca, goza na boquinha da sua maninha” e caí de boca de novo, logo ele começou a gemer alto “AAhh porra eu vou gozar na sua boca sua safada, vou encher sua boca de leite”, e logo veio os jatos de porra na minha boca, era muita porra, era tanta que nao consegui engoli toda, começou a vazar pelos cantos da minha boca e escorrendo pelo cacete dele, e eu limpei tudinho. “Puta que pariu, que boquete maravilhoso, voce é uma vadia mesmo, chupou o pau e bebeu a porra do proprio irmão, vc é uma putinha mesmo… deveria ter filmado pra mandar pro teu namorado, que ele ver a putinha que vc é, que mama ate o irmão”… Eu “seu bobo, depois de pegar vc com essa pica gostosa na mao nao deu pra resistir, se vc falar pra ele nao vai ter mais”… depois disso, ficamos conversando e eu confessei pra ele algumas de minhas aventuras, ele ficou super surpreso…

Contos relacionados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 - X Contos Eroticos