X Contos Eroticos » Incesto » Encontro com a minha sogra num motel

Encontro com a minha sogra num motel

  • 4 de janeiro de 2019
  • 2446 views

Sou casado com Julia já 5 anos, temos uma vida relativamente tranquila, ainda não temos filhos, em relação ao sexo encontro certas dificuldades pois minha esposa é bem careta, cu nem pensar e um boquete sem nunca gozar na boca, essas limitações me leva a buscar outras mulheres para me satisfazer.
Num dia de meio de semana, resolvi aproveitar a hora de almoço de forma prazerosa, no trabalho tenho um relacionamento com uma colega de trabalho, nada sério, sexo nos une, ela é casada e muito mal amada, assim nos aliviados nossas tensões. Depois de uma foda rápida mas muito saborosa, estávamos saindo quando o destino me fez ficar cara a cara com minha sogra, trocamos olhares e cada um seguiu seu caminho.

disksexo

Minha sogra mora duas casas depois da minha, senti que ela passou a me evitar, não vinha mais em minha casa ver sua filha, chegueia perguntar discretamente, não notei diferença em minha esposa, fiquei mais tranqüilo. Finalmente nos encontramos eu, minha esposa e meus sogros, nitidamente nervosa, principalmente pela presença do meu sogro corno, conversamos assuntos banais e nos afastamos.
Minha forma de olhar havia mudado, não que nunca tinha notado seus atributos, umas coxas torneadas, uma senhora bunda e um par de peitos pequenos em relação ao conjunto, excitado, cheguei em casa e consegui levar minha mulher para cama onde num papai e mamãe gozei fartamente ao ponto de escutar comentários de minha mulher sobre a quantidade de esperma, dei uma desculpa esfarrapada e vida que segue.

Meus pensamentos voltaram para sogra, num final de semana, minha mulher foi no shopping, sozinho em casa usava um short largo e sem cueca, minha sogra com total liberdade entrou no quintal e finalmente me encontrou na cozinha, sem palavras nos encaramos, imediatamente fiquei de pau duro, meu short parecia uma tenda de circo, tenho uma piroca grossa e 20 cm, ao observar minha ereção minha sogra tentou desviar o olhar mais nitidamente não conseguia. Sobre nosso encontro, cortei, falando que seria nosso segredo, pois temos nossos desejos dando uma apertada na piroca, o olhar fixo de minha sogra, me fez tomar uma atitude, coloquei a piroca e o saco para fora do short, a piroca pulsava de tesão, fui dando uns passos em direção de minha sogra que não desviava o olhar. Parei a centímetros dela, ela falava que era errado e perigoso, um beijo abafou as palavras e entre um beijo tímido no início se tornou uma guerra de línguas, senti a mão macia de minha sogra segurar minha piroca e gemer, acredito que reunido forcas se afastou falando que ali não era lugar para isso, nostrando minha situação falei que não poderia ficar assim, a piroca doia, vamos no banheiro rápido, obedeci, ao chegarmos minha sogra sentou no vaso e começou a me punhetar bem gostoso, pensei em minha mulher que tem nojo de porra e que deveria ter puxado a mãe em relação e engolir porra, resolvi arriscar e entre gemidos falei para ela mamar, sem perder tempo minha piroca foi abocanhar a e de forma magistral ganhei um boquete bem barulhento e molhado, sendo surpreendido em ver minha piroca ser totalmente engolida, não aguentei e despejei os primeiros jatos na garganta de minha sogra que numa habilidade indescritível continuou mamando e engolindo toda porra despejada por minha piroca, ainda aproveitando a mamada olhei para baixo e pude ver ela engolindo o restinho da porra que fora lambida.
Senti minha sogra levantar e fui beijado na boca, era estranho sentir o gosto da minha porra, mais pensei, que se foda, nos agarramos e trocamos muitos beijos, saímos do banheiro e numa cumplicidade acertamos nossos segredos.
Não demorou minha esposa chegou, deixei as duas conversando e fui no banheiro limpar qualquer vestígio que poderia nos comprometer.
No próximo conto conto mais sobre como eu e minha sogra passamos a meter alucinadamente.

Contos relacionados

Comentários

2 comentários para “Eletricista safado que arrombou meu cuzinho

  1. cd • 28 de dezembro de 2018

    Ninguém imagina que uso roupas femininas e enfio consolos no meu cu quando estou só no meu consultório.
    Curto mulher ativa ou casal que me enraba usando vibrador preso na cintura me fazendo gemer sentindo a vara entrar no cuzinho.
    [email protected]
    Sou pessoa discreta e contato inicial somente por e mail

  2. homem • 9 de fevereiro de 2019

    Eu quero encontrar uma mulher fogosa para colocarmos em prática fantasias e fetiches sexuais.
    [email protected]
    Sp capital, campinas, votorantim e viajantes.
    Não quero sexo virtual, baixaria, prostituição e e mail de homem
    Contato sigiloso somente por e mail
    Venha com a calcinha molhada pois estou tesudo

© 2019 - X Contos Eroticos