X Contos Eroticos » Orgias » Gangbang delicioso com minha esposa

Gangbang delicioso com minha esposa

  • 21 de novembro de 2018
  • 436 views

Minha esposa é muito tarada, meio tarada é classificar por baixo rrsrs ela é tarada inteira mesmo e gosta de sexo em todas as suas nuances e modalidades, temos um bom acordo, ela não se importa com minhas aventuras e eu não crítico as delas mas dessa vez ela foi muito além das expectativas, somos casados a mais de 5 anos e levamos uma vida sexual muito ativa e cercada de novidades e aventuras interessantes e nos damos muito bem assim; minha esposa é uma mulher jovem e extremamente gostosa, nos seus 32 anos, com um corpo bem feito, malhado de academia de fazer inveja a muitas meninas novas, é uma morena alta pele morena, coxas grossas, bunda pra lá de

deliciosa, firme e empinada, seios grandes e duros com bicos salientes deliciosos, enfim tem um corpo que chama a atenção de homens e mulheres por onde passa pois como eu disse é tarada e usa roupas provocantes e sensuais exatamente para chamar a atenção, somos muito ativos no sexo e além das aventuras extra casamento, fazemos sexo quase todos os dias e em um desse dias durante uma seção de sexo deliciosa, ela me confessou que sonhava fazer sexo com diversos homens de uma só vez, eu me admirei e perguntei quantos, ela respondeu que pelo menos uns 10, nossa eu disse, você não vai aguentar tanta rola, ela riu e disse que mesmo assim gostaria de experimentar e perguntou se eu me importava, respondi que não, não me importava, ela podia realizar o seu desejo e eu até ajudaria fazendo as filmagens rsrsrs, ela perguntou se eu podia achar esses homens para ela, fez algumas exigências tipo não era necessário que fossem jovens mas até no máximo 40 anos, a cor não importava, não era necessário que fossem bonitos mas sim simpáticos e ter pinto razoável de no mínimo 20 centímetros e todos deveriam apresentar atestado de boa saúde pois ela não queria utilizar camisinha e nem pegar alguma doença, eu ri e disse que iria ser difícil achar

aquilo tudo daquele jeito que ela queria mas que iria tentar, procurei por um bom tempo mas estava difícil devido as dificuldades para achar diversos homens reunidos até que encontrei um meio de resolver o problema, fui a uma academia de luta livre e me tornei sócio, passei a fazer contatos com os homens dali , não demorou muito eu já havia me enturmado e comecei a caçar os homens mais afoitos e tarados que iriam ter o prazer de comer a minha mulher, a grande maioria dos homens que frequentavam a academia batiam com as exigências da minha mulher, falei com diversos sobre o assunto e fui anotando nomes e telefones dos que poderiam topar, uns acharam estranho e se negaram a participar mas a maioria gostou da ideia e toparam a transa; depois de conseguir juntar 8 homens de tipo que minha esposa descreveu, 5 deles negros e mulatos e os outros 3 brancos, informei a ela e acertamos um dia para a meteção, acertei com os homens e dei meu endereço para todos pois a suruba seria na minha casa, na data acertada, os homens começaram a aparecer em casa e eu fui recebendo-os e apresentando uns aos outros, todos sabiam como seria a transa, ou seja diversos homens com minha mulher, todos foram instruídos que deveriam apresentar atestado de boa saúde pois iriam fazer sexo em grupo usando o corpo da minha esposa para o seu prazer sem restrições ou proteção, todos se entenderam muito bem e logo estavam batendo papo animadamente como velhos amigos subi ao quarto onde minha esposa estava se preparando e informei a ela que todos os 8 homens já estavam em casa aguardando por ela, ela estava meio apreensiva e assustada mas continuava disposta a levar a cabo o planejado, acabou de se vestir de maneira muito sexual com meias, cinta liga, calcinha fio dental que sumia entre suas deliciosas nádegas, estava terrivelmente gostosa naquelas roupas negras e sexual, arrematou tudo com um vestido curto vermelho, estava parecendo uma puta de luxo rsrsrs, descemos para a sala, quando chegamos no topo da escada, todos emudeceram e olharam para nos, os machos estavam boquiabertos com a beleza e sexualidade da minha esposa, acabamos de descer com os olhos dos homens fixos em seu corpo e fui apresentando um por um a ela, que sorria simpática e beijava o rosto de cada um deles, acabada as apresentações, todos se sentaram e iniciamos uma conversa regada a bom vinho e canapés, minha esposa circulava entre os rapazes conversando com um ou outro enquanto a bebida rolava solta, logo estavam todos meio alto e fazendo gracinhas com minha esposa que se divertia se esfregando em um ou outro macho, alguns mais afoitos já a estavam agarrando, encoxando e mordendo seu pescoço, outros a tocavam nos seios e na bunda carnuda e a coisa foi ficando cada vez mais quente, eu só circulava entre eles e filmava todos os lances para não perder nada, não demorou muito e os homens estavam todos em cima da minha esposa passando a mão, beijando sua boca, apalpando sua bunda e coxas e eu via que minha esposa estava adorando aquilo, logo estavam todos tirando as roupas, eu via os machos com os pintos enormes e duros se esfregando no corpo semi nu da minha mulher que logo foi jogada no carpete e os homens tiravam sua calcinha e sutiã ai era boca nas tetas, língua na boceta e pintos na boca dela se revezando em enfiar na sua garganta, ela mamava loucamente e arfava de prazer tendo orgasmos seguidos com as caricias dos diversos homens que se revezavam agora em penetrar sua boceta e logo o cuzinho, eu não perdia nada e filmava toda a cena, os 8 homens estavam tarados, 6 deles tinha o pinto com tamanho dentro do normal, entre 18 e 20 centímetros, mas havia 2 deles que eram exceção, o Marcos um mulato enorme, com um pinto assustador, não era muito grande, uns 18 centímetros mas a grossura era absurda, uns 7 centímetros pelo menos, minha esposa quando viu aquilo tentou escapar mas não teve jeito, e eu vi aquele monstro arregaçando a boceta da minha esposa, ela chorava de dor mas o macho sobre ela não parou até colocar todo o pinto dentro dela, eu via sua boceta totalmente esticada para agasalhar o seu pinto, o macho sobre ela gemia de puro prazer e teve um orgasmo forte dentro da sua boceta, eu ri tentando imaginar aquilo tudo dentro do cuzinho dela rsrsrsr, o cu não ia aguentar aquele membro mas por incrível que pareça aguentou, claro que quebrou algumas pregas do seu cuzinho inclusive sangrou mas ela aguentou todo ele dentro da boceta e do cu, o segundo macho era o Sávio, um cara negão, grande também e com um pinto mais assustador ainda rsrsr, além de grosso como o do marcos, ainda era longo demais, uns 25 centímetros no mínimo , nossa minha esposa sofreu muito com cacete dos 2 mas conseguiu agasalhar bem os 2 monstros dentro dela na boceta e no cu, depois desses 2 qualquer pinto era bem vindo pois todos seus buracos ficaram bem largos, minha esposa ia ficar umas 2 semanas tratando os buracos para curar as feridas e voltar a fechar ficando apertadinha de novo rsrsr, ainda bem que seu cu e boceta eram bem maleáveis mas ela sofreu muito depois dessa suruba rsrsrs, todos os machos estavam deslumbrados com a beleza do corpo da minha mulher e não se cansavam de meter em sua boca, boceta e cuzinho, houve momentos em que ela estava com até 3 pintos dentro dela, na boca na boceta e no cuzinho ao mesmo tempo, era incrível a performance da minha linda esposa, um monte de homens enterrados nela e ela gemendo de prazer e gozando como nunca , não demorou muito começou o banho de porra, ela levou gozadas múltiplas dos machos na boceta, cuzinho e boca, todos gozaram dentro dela, alguns repetiram as gozadas, foi tanta porra que ela estava meio desfalecida depois que todos se acalmaram, minha esposa estava deitada no carpete meio desmaiada toda melada de esperma e suor dela e dos homens, sua boceta e seu cu estavam encharcados de porra que vazava aos montes misturado com filetes de sangue, melando todo o carpete da sala, os homens estavam todos acabados deitado ou no carpete ou no sofá todos estavam exaustos pela meteção que minha esposa havia proporcionado a eles, todos os 8 haviam gozado no mínimo 2 vezes dentro dela, a boceta e o cuzinho estavam vermelhos e arregaçados de tanto levar pinto rsrsr e ela havia engolido tanta porra que podia ficar sem comer uns 2 dias de tanta proteína que ingeriu rsrsrs; depois de um descanso, alguns tomaram banho em casa e foram se despedindo até que todos se foram, a meteção durou umas 4 horas, minha esposa estava exausta e toda dolorida, tomou um banho de imersão na banheira onde colocou sal grosso para acalmar a irritação das carnes sensíveis do cuzinho e boceta e depois fomos ver a aventura no computador, nossa que delicia foi aquilo, ver aquele machos pintudos todos em cima da minha esposa enfiando o pinto em todos s os seus buracos foi delicioso de mais, ela não quis mais repetir o feito pois disse que quase tivera um ataque cardíaco de tanto meter e gozar além das dores que teve de suportar por mais de uma semana rsrsr

Contos relacionados

Comentários

© 2019 - X Contos Eroticos