X Contos Eroticos » Travesti » Fodendo minha prima e suas amigas

Fodendo minha prima e suas amigas

  • 18 de março de 2021
  • 1678 views

Eu Roberta, transexual, solteira, 25 anos, japonesinha, 1,57cm altura, 55kg e caralho de uns 19 a 20cm.
Meus pais foram para a chácara e desta vez levaram minha irmã, fiquei sozinha em casa por pouco tempo.
Minha prima de 22 anos, japonesinha de corpinho delicioso e foi o motivo de várias punhetas que já bati, me ligou perguntando se elas e duas amigas podiam dormir em minha casa naquela noite.
Só que chegariam de madrugada porque iriam a um barzinho e para minha tia não saber a hora que elas chegariam, disseram que dormiriam em minha casa.
Pedi a ela para passar em minha casa antes e pegar a chave da casa, assim eu poderia dormir sem ter que me preocupar em espera-las.
Dormi que nem ouvi a chegada delas e para ter a certeza se tinham vindo, fui ate o quarto que ela costumava dormir, abri a porta de vagar sem barulho e vi as três dormindo na cama de casal.
Fui preparar o café tranquilamente vestindo só meu roupão , tomei meu café e fiquei esperando elas levantarem que aconteceu já perto das 10;00hs.
A primeira a sair do quarto foi minha prima vestindo um shorts de lycra e camiseta, pelos seus seios estarem saliente e não ter marca de calcinha no shorts, presumi que estava nua por baixo.

disksexo

Me deu bom dia com beijinhos no rosto e em seguida vieram suas amigas. A morena clara estava enrolada no lençol e a loira com shorts e camiseta.
Fui apresentado a elas que me deram beijinhos no rosto me chamando de amiga, sinal que minha prima já tinha contado a elas eu ser uma transexual.
Minha prima disse que tomariam banho antes do café. Concordei e disse já ter colocado sabonete e toalhas limpas para elas usarem.
Nossa, uma mais gostosa que a outra e fiquei me imaginando no banho junto com elas, mais me contive para não ficar caralho duro.

Vi elas saindo do banheiro e entrarem no quarto para com certeza vestirem suas roupas para tomarem café comigo.
As três vieram para cozinha vestindo roupas da minha irmã e me pedindo desculpa pois elas só vestiriam suas roupas na hora de ir embora.
Tomamos café com suas amigas me olhando muito que senti vontade de perguntar se tinha algo errado comigo.
Minha prima percebeu meu olhar e para quebrar o clima tenso que estava sendo criado, disse que tinham pegado roupas de minha irmã mais roupas íntimas não e estavam sem elas.
Não sei com que intenção minha prima fez este comentário, apenas dei um sorriso e disse que também estava sem a calcinha.

disksexo

Minha prima mais uma vez fez um comentário, que deu a entender que minha irmã tinha contado algo a ela sobre nós dois.
Que era difícil ter uma calcinha que esconda minha grande ferramenta.
Suas amigas me olharam dizendo que não acreditavam eu tão pequena ter algo tão grande.
Pedi para pararem porque eu não era de ferro.
As três me olharam dizendo que ainda bem eu era de carne, osso e nervo como elas gostam.
A morena clara que estava sentada mais perto de mim, desamarrou meu roupão colocando sua mão no meu caralho duro que chegava a doer de tesão.
Minha prima sorridente perguntou a ela se era grande e grosso como tinham contado a ela.
A resposta foi afirmativa e as três em pé, tiram suas roupas vindo ao meu encontro, pegaram minha mão pedindo para me levantar já tirando meu roupão.
Fomos para o quarto e as três chuparam muito meu caralho e em seguida pedi para minha prima sentar na cama e passei meu caralho na entrada de sua buceta, mais ela pediu para meter na sua buceta por traz.
Ela ficou de quatro com a cabeça no travesseiro e meti meu caralho duro dentro de sua buceta toda molhada, suas duas amigas ao nosso lado se chupavam e nossos gritos junto com os delas, era algo maravilhoso que nos enchia de tesão a cada estocada que eu dava na buceta de minha prima.
Mudamos de posição e minha prima sentou no meu caralho o fazendo sumir dentro de sua buceta.
Sua bucetinha apertada, mordia meu caralho e a cada tira e mete, meu tesão foi a mil e gozei gostoso dentro da sua grutinha.
A porra que escorria foi totalmente sugada pela língua de suas amigas.
Meu caralho ainda duro, a loira veio e sentou nele metendo no seu cu.
Não foi fácil entrar, mais com uma boa lubrificação, meu caralho entrou arrombando seu delicioso cu apertado.
Eu estava no céu com as três na cama, era algo que eu nunca imaginei ter a oportunidade. Para mim era um desejo antigo foder minha prima, agora suas amigas também era a consagração.
Meti muito no cuzinho que agora já estava bem aberto, ela subia e descia todo seu corpo fazendo meu caralho sumir dentro dela.
Ela pediu para gozar na boca dela, quando estava prestes a gozar, tirei meu caralho e levei ate sua boca e não deu tempo e gozei no seu pescoço.
A morena clara desistiu de foder comigo por dizer ser muito grande.
Então tomei banho para levar elas para passear.
Eu já estava vestido e pronto pra sair e a morena clara ainda nua, veio em minha direção abrindo minha calça me chupando o caralho ali mesmo em pé.
Depois tomei novo banho e finalmente sai com ela para passear um pouco e tomar fôlego .

Contos relacionados

Comentários

1 comentário para “Transando com o Marido da vizinha

  1. Roberto • 19 de fevereiro de 2020

    queria muito ter contato com vc pode me deixar seu contato gostei muito do conto

© 2021 - X Contos Eroticos