X Contos Eroticos » Fetiches » Meu marido gostoso

Meu marido gostoso

  • 1 de maio de 2024
  • 236 views

Meu marido chega em casa. Esta calor estou deitada no sofá, com um vestido leve, bem soltinho, sem sutiã ou calcinha. O calor é insuportavel. Ele toma uma ducha fria e volta pra sala so de cueca samba canção de seda. Seu perfume preenche a sala Olho pra ele com cara de safada e ele senta no fim do sofa. Eu me agacho e começo a por a mão no seu pau, que é lindo e gostoso. Vou beijando sua orelha, ele se arrepia.

Coloco pra fora aquela coisa grande e maravilhosa. esta duro de tesão. Enquanto vou batendo uma punhetinha de leve vou dizendo ao seu ouvido:

“Hoje quero que vc me coma inteira”

“Quero sentar no seu pau que nem o dia que vc tirou o cabacinho do rabo, no sofá, eu sentando e cavalagando nele”

Ele suspira, geme, o pau fica maior, se é que é possivel. Ta meladinho….

Não me contenho e com ele meio deitado no sofá, mas com as costas apoiada eu me agacho em cima do sofa, de lado e começo a lamber seu pau. Inicio com uma lingua na cabecinha, vou passando a lingua de um lado ao outro, como se batesse uma punheta com a lingua em seu pau grosso e cheiroso. Ele geme e eu começo a colocar os labios molhados, meio gelados devido ao suco que estava tomando com pedras de gelo. Começo colocando a boca de leve, molhadinha e fico chupando a cabecinha. Enterro mais um pouquinho, e vou subindo e descendo, subindo e descendo a boca melada naquele pau enorme. Ele lateja nas minhas mãos, pulsa como se tivesse vida propria. To melada de chupar no meu marido, meu homem, meu macho.

Minha boca é como um veludo que desce macio e sobe chupando com vontade, com força. Mulher quando ama o seu homem, chupa com gosto.

Ele sabe e corresponde. Sentido muito tesao ele alisa minhas costas e desce com a mão ate minha bucetinha.Percebe que estou sem calcinha, sorri e continua descendo a mão, alisando ela, passando os dedinhos pelos labios dela, passando o dedo rapidamente no grelinho num vai-e-vem, deixando meu grelinho durinho, a ponto de dar e molha em meu melzinho e sobe passando pelo rabinho. Estou depilada e essa mistura de melado com lisinho deixa ele maluco.

Continuo a chupa-lo, seguro com força seu pau imenso, e bato uma punheta com a ponta dele na minha boca. De repente ele enfia minha cabeça na pica dura e começa a foder minha boca.

“Fode com a sua boca” e eu lá, chupando, num vai e vem alucinado.

me diz que esta para gozar.

Tiro a boca, peço que segure, sorriso malicioso em meus labios vermelhos de tanto chupar o pau do meu homem.

Sentado no sofa eu subo em cima dele sem colocar a portinha. Fico esfregando, ralando pra lá e pra cá, meladinha e lisinha. ele abaixa meu vestido soltinho, os seios pulam pra foram, pedindo, implorando, agonizandoSeios medios, mas duros e com bicos rosados.

Ele começa a passar a lingua em um deles, a lingua de leve, de um lado ao outro, deixando ele duro como um pau! Na outra mão esta meu outro seio em que ele coloca o dedo polegar e o dedo medio e começa a apertar, a rodar o mamilo nos dedos e finalmente termina com um puxão suave, forte e delicioso. me molho…. digo em seu ouvido:

“Te dou tudo que quizer por que vc sabe que meus peitos são minha loucura”

Ele sabe e faz bem. Passa ao outro seio e faz o mesmo com a lingua e com os dedos.

Morde com os dentes da frente, de leve mas gostoso. Puxa com os dentes, sinto que vou gozar de tanto tesão. Enquanto chupa eu coloco com minha mão seu pau em minha bucetinha raspada e lisinha. Vou sentado levemente pois ele é grande.

Apesar do tempo de casada sou o tipo de mulher que não fica larga então sinto seu cacete descendo e me rasgando, eu descia devagar e subia para conseguir relaxar e entrar. Não é cacete para qualquer mulher ainda mais uma com bucetinha como de uma virgem!

Para ajudar ele continua em meus peitos, sabe que adoro e vai sugando como se fosse uma criança mamando mesmo! Mama nos meus peitos, chupa, morde, faz que vai arrancar o biquinho duro e eu ali, quase delirando.

Como essa chupação e mordeção em meus peitos me deixa louca ele resolveu aprimorar. Aproveita o gelo do copo de suco ao lado e pega um cubinho.

Passa num biquinho e depois em outro.

Enquanto ele fica esfregando o gelo num biquinho, com a palma da mão ele passa tão de leve no bico, a mão apberta por cima, sem apertar. Ele roda o biquinho na palma de sua mão aberta, em circulos levinhos enquanto o gelo esta no outro.

Passa a mão para o outro mamilo e poe o gelo no outro.

O gelo derrete com meu calor, estou queimando no cacete de meu marido. Cavalgando

Ele segura o gozo, e cai de boca de novo no biquinho durinho, durinho e geladinho.

Ai não aguento mais e levo sua mão delicadamente em minha bunda.

Minha bunda é o trofeu do meu marido: são 115 cm de bunda grande e lisa. Dura e gostosa.E só dele, sempre dele.

Ele molha o dedo na minha bucetinha melada e coloca o dedo em volta do meu rabinho.

Pisco o rabinho de tesão e ele vai passando o dedo até que poe um pouco de gel KY comprado na farmacia antes de vir em casa.

O KY é um gel a base de agua, proprio de relações sexuais que facilita a penetração e não muda o ph do corpo além de dar uma esquentadinha no local que é passado.

Coloca o dedinho e vai mexendo enquanto eu cavalgo e ele me chupa as tetas. tesão!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ele põe mais um dedo e outro. São tres dedos no rabo e um pau na buceta.

Tiro o pau de minha xaninha vermelha e inchada de levar cacete e ponho na portinha de meu rabinho.

Ele com jeitinho vai enfiando a cabeçona e me lambendo, me mordendo. Chupa meus mamilos duros, suga mesmo.

Não aguento e desço naquele pau com a ajuda do KY.Entra tudo. Suspiro de alivio e de tesão.

Ele segura minha cintura e sobe e desce, metendo a fundo…..

Depois de uns mintuos assim, me levanta e me vira de bunda pra ele.

Faz eu sentar o cacete duro e grande no meu cuzinho, e diz:

“Desce rebolando minha puta gostosa”

E eu desço, rebolando a bundona de um lado ao outro. Vai entrando, entrando ate que esta no talo. Sinto suas bolas na minha bucetinha.

Eu me deito com as costas em seu peito. Ele com a mão aperta mais meus mamilos, e com a outra mexe na minha bucetinha.

Vai mexendo ate que relaxo.

Ele vai levantando minha cintura e me fazendo sentar com grosseria. Meu marido tem uma agarração de homem mesmo!

Com força e ao mesmo tempo com amor me mete no fundo.

To desmaiando e ele vai dizendo:

“Olha to arebentando as ultimas preguinhas…ta rasgando tudo….to metendo tudo…..rebola neste cacete”

Me jogo pra frente empinando mais a bunda grande pra ele que fica louco.

Me segura pelos cabelos e como uma potra vai metendo e segurando os cabelos, eu cavalgando.

A meteção é muita!

Ele goza em meu rabinho, explode seu gozo, me enche de porra.

Sabe que não gozei ainda e de pau duro ele me coloca sentada na ponta do sofá, com as pernas no braço do sofá.Fico na altura dele, com a ajuda de umas almofadas.

Ele abre bem minha pernas e póe na xaninha. Mete um pouco e põe no cuzinho.

Fica nesta de por no rabinho e meter e na bucetinha e meter.

Meu homem me come de todas as maneiras e sou tesuda pra ele, por ele.

Ele alucina:

“Gata! Num sei se como seu cuzinho apertadinho ou sua bucetinha também apertadinha. Os dois piscam pra mim. Quero meter em vc inteira. Queria ter dois paus pra te comer mais!”

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii to chegando num gozo louco e ele me acompanha.

Goza no meu rabo de novo, me estoca forte, me rasga, inteira.

Adoro isso dele, esse jeito de homem de pegar forte mesmo mas sem deixar machucar.

Descansamos um pouco e vamos tomar banho, suados.

Lá eu começo a passar sabonete em seu corpo e ele, que não nega fogo apesar de seus 42 anos, começa a ficar durão de novo. O pau empina em minha direção. caio de boca ajoelhada no banheiro.

Quando ele está quase gozando me vira de quatro, apoiada na pia e pega o oleo corporal e passa de novo no meu rabo

Ele sabe que amo dar o rabo pra ele. Amo ficar de quatro e ele meter no meu cuzinho rosado, apertadinho e depiladinho.Ele come o seu cuzinho: seu por que é ele que come, que fode, que arrebenta.

Depois tira e mete na bucetinha, fode ela mesmo, com vontade, mete sem dó, sem parar, enfia e tira, enfia e tira, enfia e tira, enfia e tira, enquanto a mão vai tocando meu seio e apertando o biquinho, rodando nos dedosEle quase goza. Eu me viro e ele põe na minha boca. Goza dentro dela. Não consigo engolir a porra mas deixo escorrer.

Ele me completa e me faz bem. Me deixa liberada pra dizer o que quero, como quero e não tem problemas, sem cabeça dura, há não ser seu pau.

Minha maior fantasia é um dia transar com ele e outra mulher. Sem que essa outra beije sua boca: ele é sou meu. Quero que ela encha seu pau de saliva enquanto eu do outro lado do pau também fico lambendo.

Duas mulheres de joelhos perante aquele pau, lambendo, chupando, dispuntando quem leva ele dentromeu homem merece!!!

Contos relacionados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2024 - X Contos Eroticos