X Contos Eroticos » Fantasias » Comendo a minha amiga

Comendo a minha amiga

  • 4 de fevereiro de 2019
  • 420 views

Olá, me chamo Bruno sou do litoral de São Paulo, tenho 25 anos. Tenho uma amiga que vou chamar de Lia, lia e eu sempre fomos muito amigos durante o ensino médio, eu sempre tive uma queda enorme por ela, mas ela sempre me ignorou, na época eu usava aparelho, era magrelo e alto, não muito atrativo, mas sempre fazia amizade facilmente com as pessoas, principalmente mulheres. Seguiu o tempo e continuamos a amizade e até faculdade fizemos juntos.

Lia nesse tempo teve alguns namorados e eu seguia vadiando por aí, até que chegou uma época onde a Lia não tinha muitos amigos, ela apesar e bonita, era mais reservada para amizades e eu era uma amizade que o tempo tinha preservado. Com o tempo ganhamos uma intimidade que poucos amigos tem, conversamos abertamente sobre sexo e preferencias um do outros, até mesmo tiramos dúvidas, ao menos na minha parte aquela paixão na adolescencia internamente se tornava desejo sexual. Eu só não sabia se um dia iria matar esse desejo…. Lia era morena, estatura mediana, bunda gostosa e seios médios. É o meu numero ideal, sempre imaginava ela de calcinha em cima de mim e gemendo gostoso no meu ouvido… Lia estava um tempo sem trepar, fazia tempo que não se sentia a vontade com ninguém e eu era solteiro e seu amigo mais próximo, alguma coisa poderia rolar…

Em um belo dia resolvemos sair e beber um pouco, conversar e falar sobre a vida, nesse dia o bar estava muito lotado e eu já tinha bebido umas cervejas, dado momento eu fiquei encostado na parede e Lia passou apertada na minha frente, nesse momento eu sentia sua bunda roçando meu pau que logo subiu e ela percebeu e até deu uma reboladinha um tanto quanto discreta… Eu fiquei maluco e sem graça ao mesmo tempo, minha vontade era de puxá-la para mim e sentir sua bunda roçando no meu pau, mas tinha que me conter e tentar não pensar besteira. Lia estava me contando sobre sua vida, problemas e até que chegou no famigerado assunto: sexo. Lia me confessava que já tinha feito sexo anal ( o que era uma surpresa pra mim que aquela mulher já tinha dado o cu) e que gostava, perguntava se eu já tinha feito?
– Eu dizia: ” Já tinha feito uma vez, porem me considero inexperiente no assunto”
Ela logo tratou de me explicar como deveria ser e eu estava ficando bem excitado com o assunto e imaginando eu comendo aquela raba gostosa…


Não aguentei e disse:”desse jeito vou pedir para tu me dar umas aulas presenciais” Lia sorriu e me chamou de bobo . Bebida vai e bebida vem, decidimos ir embora, pedi pra dar mais um tempinho pra eu fazer meu pau esquecer da gostosa da Lia e não dar bandeira que tava com pau duro. ( tenho uns 17 cm de pau e é grosso) dá pra perceber o volume na calça… Pagamos a conta e seguimos rumo ao supermercado, compramos umas cervejas e decidimos ir até sua casa para continuarmos a conversa.

A Lia dirige, eu evito dirigir, não sou muito fã de automoveis rs. Eu desci e comprei as cervejas e rumamos em direção a sua casa, chegando lá, ela morava nos fundos junto com a irmã e percebi que só estava seu pai dormindo na casa principal, seu irmão tinha ido para balada e sua irmã estava viajando, acabei pensando besteira, mas pensei comigo: ” ela não tem maldade comigo” vou aproveitar sua companhia e é isso. Sentamos no sofá e começamos a conversar e rir sobre causos do passado e pessoas até que em dado momento ela liga a tv e estava dando um filme com cena de sexo começamos a comentar e falar sobre a cena.. Na cena era um casal trepando com o cara em cima dela. Lia dizia que gosta dessa posição, pois gosta de sentir o cara em cima dela e sua respiração e por acaso também é uma das minhas posições preferidas porque gosto de ouvir os gemidos da mulher e gosto quando me arranha… Quando eu disse sobre minha preferencia sobre arranhões, Lia ficou surpresa e fez uma cara de espanto. Eu perguntei: ” o que foi?” Ela:” não sabia que você gostava de sexo assim..” Eu: ” sim, gosto de tapa, puxar cabelo, xingar…” Naquela altura, meu pau já tava ficando duro novamente e percebia a Lia me olhando de outra forma, depois que disse isso o assunto deu uma esfriada e fui ao banheiro.

Quando voltei Lia estava em seu quarto e me chamou até lá, quando entrei lia estava deitada olhando pro teto, deitei do seu lado olhando pro teto e ficávamos a falar bobeira um do outro, provocando e rindo sem algum tipo de malícia… Começamos a brincar, rir e fazer cocegas um no outro até que em dado momento eu estava em cima dela e não aguentei e lhe dei um beijo que ela logo correspondeu e que beijo gostoso!! Já posicionava minha mão na sua cintura, eu não consigo ficar com as mãos paradas rs.

Sua respiração estava ofegante, eu adoro beijar pescoço, adoro ver a pessoa se contorcendo de tesão e quando fazia isso, a Lia dava uns gemidos gostosos, gemidos esses ao qual dava mais intensidade aos meus beijos. Fui descendo pelo seu corpo, tirei sua blusa e seu sutiã e quando cheguei lá fiquei uns 5 minutos chupando os seus bicos e me deliciando com seus gemidos, sua mão já tentava procurar meu pau que já tava duro na calça, eu adoro provocar cutucando meu pau duro na buceta de roupa mesmo rs e fazia isso com gosto… Tirei minha calça e fiquei só de cueca, abri sua calça e fiquei dedando sua buceta que já tava toda molhada….. Adoro porra de mulher, coloquei na minha boca e ela adorou a cena pediu pra beijá-la e ela me beijou gostoso demais, tirei minha cueca com ela deitada e coloquei meu pau na sua boca e fiz ela chupar, enfiei tudo até ela engasgar, ela chupava com muita vontade, parecia que não via uma rola fazia meses, tive que me segurar pra não gozar na sua boca, ainda queria comer aquela buceta… Tirei sua calcinha e me deparei com uma bucetinha completamente úmida e gordinha, tava doido pra meter meu pau ali, mas queria sentir essa buceta com a minha boca, queria sentir o gosto dela e sentir ela se contorcendo enquanto eu a chupava e não deu outra, ela empurrava minha cabeça e enquanto gemia dizia coisas como ” ai bruno…”. Já não tava aguentando mais e ela também pedia pra eu enfiar meu pau logo na buceta dela que ela queria gozar com ele lá dentro, meu pau entrou fácil, começamos de ladinho e eu estocava bem fundo naquela buceta gostosa, metia e segurava seus peitos, apertava eles, puxava seu cabelo…. Ela gostava e gemia mais alto e mais loucamente do que antes, minha vontade era de gozar e enxarcar essa buceta de porra, pedi pra ela mudar de posição, queria ficar em cima dela assim como vimos na tv, quando coloquei meu pau dentro dela, Lia começou a gemer loucamentee me empurrou em direção ao seus pescoço e começou a me arranhar e me apertar e eu já louco de tesão metendo bem rápido começava a xingar de : ” Puta, vai sua vadia…” ” gostosa” ” cadela do caralho” ” vagabunda, fode vai..” quanto mais eu xingava, mais ela gemia e eu metia mais rápido, não demorou muito e eu enxarquei a buceta dela com a minha porra e ela acabou gozando junto, nunca um orgasmo foi tão bom… Senti a buceta dela me sugando…

Depois de gozarmos, acabamos deitando e adormecendo… Quando eram umas 6 horas da manhã, acordo com a lia mexendo no meu pau… E suspirando no meu ouvido: ” me come de novo, bruno..” não demora muito e ela já desce e começa a sugar meu pau com a sua boca, dessa vez mais calmamente, mas com muita vontade… Quando já estava com meu pau pronto pra arrombá-la novamente, ela diz: ” dessa vez eu comando e você fica deitado…” ela subiu em cima de mim e começou a rebolar como uma égua, subia e descia gostoso, era muito bom sentir sua buceta subindo e descendo no meu pau, eu comecei a aumentar a velocidade e lia gemia mais alto e mais gostoso.. Queria comer aquela mulher de varias formas até que ela me surpreende, sai de cima de mim e diz: ” come meu cu, gostoso” na mesma hora, eu fiquei doido pra arrombar aquele cu dela, mas também relembrei que era um pouco inexperiente não queria machuca-la, fui com calma e seguindo suas coordenadas e aos poucos minha cabeça já tava dentro do seu cuzinho, depois metade do meu pau já tava e nessa hora eu já tava doido, pois era muito apertada e ela gritava de prazer e dizia:” come meu cu, seu puto” ” come, vai..” ” ai meu cuzinho, que gostoso..” eu ficava louco ( amo mulheres que falam no sexo) quando consegui colocar meu pau tudo e meter forte não demorou muito pra ela gozar e não aguentei e enchi o cu dela de porra, bati naquela raba três vezes ( sempre quis fazer isso) e retirei meu pau, botei a roupa porque não queria encontrar com ninguém, chamei um uber e vim embora pra casa e de vez em quando ai como a gostosa da Lia..

Contos relacionados

Comentários

1 comentário para “Matando a vontade de mamar uma pica

  1. Paulo Mendes • 11 de janeiro de 2019

    Show

© 2019 - X Contos Eroticos