X Contos Eroticos » Fetiches » Fodida a força pelo meu professor

Fodida a força pelo meu professor

  • 1 de março de 2019
  • 765 views

Meu nome e maira tenho 20 anos sou loira, magra com os peitos durinhos e um bumbum grande, tenho 1,65 de altura, cintura fina. Em 2016 resolvi fazer um curso de inglês, tudo ia bem a turma era legal, eu nao gostava muito do professor ele era bem rígido, ele é alto, corpo musculosos, 1,80 de altura todas as meninas lá eram loucas Por ele. Eu nunca o havia reparado de outra forma, mais ja tinha notado alguns olhares dele , mesmo assim nunca sei muita bola. Um dia tivemos que fazer um trabalho e eu não tive tempo de me preparar por conta do trabalho, ele ficou bravo disse que era uma falta de respeito com a aula dele, fiquei muito triste quase chorei pedi a ele outra chance que iria fazer melhor. Ele concordou pediu que eu fizesse um trabalho escrito e levasse para ele em sua casa. Eu estava com medo mais resolvi ir. Terminei o trabalho e então fui até sua casa, eu estava usando um vestidinho poIs estava muito calor, quando cheguei interfonei e ele abriu a porta, estava só de toalha pediu desculpas e me pediu pra espera ele tomar banho. Confesso que fiquei molhada ao vê-lo naquela toalha. Continue sentada até que ele desceu .
– relaxa você parece estar um pouco tensa
– que isso professor eu estou bem, trouxe o trabalho que você pediu.
-pra que falar de trabalho agora,apenas relaxe
Foi quando ele se levantou e trancou a porta, fiquei assustada perguntei por que tinha feito isso então ele disse:
– para ficarmos mais a vontade, eu sempre fui louco em você sabia, todas as outras se jogam em cima de mim mais quem eu queria era vc

– como assim do que está falando professor, me deixe ir embora Por favor.
Naquele momento estava com muito medo mais ao mesmo tempo essa situação me executava. De repente ele mudou ficou Mais agrecivo comigo

– cala a boca sua safada, hoje você vai ser minha querendo ou não. Vou fazer com você o que eu quiser , hoje vai ser minha vá dia

– não professor, por favor quero ir embora

– quietinha, quanto mais você diz não mais eu fico com tesão em te comer safada

Tentei fugir, foi quando ele me segurou em quanto Eu gritava, ele me pegou em seus braços e me levou para o quarto, e amarrou minhas mãos

– vem cá cachorra quero ver você fugir agora, se ficar de Birra vou arrombar esse cu gostoso também

– não por favor me soltaa

-calada sua puta
Foi quando ele veio pra cima de mim e arrancou Meu vestido me deixando apenas de calcinha. Eu estava usando uma calcinha branca de renda

– caralho como você e gostosa so de te olhar meu pau ja ta duro

De repente o vejo pegar uma de suas gravatas
– agora quero ver você gritar

Ele topou minha boca com sua gravata, tirou sua roupa ficando completamente nu, naquela hora me assustei com o tamanho do seu pau, implorei para que não fizesse Nada comigo mais não adiantou, de repente ele começou a chupar meus peitos, apertava com força me fazendo gritar

– que peito gostoso você tem safada
Passava a língua por todo o meu peito me chutando com força, der repente senti suas mãos passando Por todo o meu corpo até chegar na minha bucetinha, ele colocou as mãos por dentro da minha calcinha e começou a masturbar o meu grupinho

– olha so a putinha ta toda molhadinha
Ele começou a enfiar o dedo na minha bucetinha, enquanto falava no meu ouvido

– isso putinha safada safada, quero ver você gozar gostoso hoje.. que delícia de buceta toda molhadinha

Mesmo não querendo eu estava toda molhada, gemendo como uma puta

De repente ele parou me olhou nos olhos e disse

– agora quero sentir o gosto dessa buceta gostosa
Foi quando ele tirou minha calcinha, e me olhou, eu balançava a cabeça que não mais ele continuo, abriu minhas pernas e começou a chupar minha bucetinha, eu me contorcia cada vez que sentia sua língua no meu grelinho

– e disso que você gosta ne Sáfada, abre as pernas vai deixá eu chupar esse grelo gostoso, quero ver você gozar na minha boca

.Eu não aguentava Mais de tezaoy sentindo aquela língua invadindo minha buceta, eu gemia feito uma puta, depois de me chupar um tempo ele disse

– agora quero ver vc gozar sua cachorra

Ele aumentou a velocidade e começou a sugar minha buceta enquanto me masturbava com o dedo, não aguentei de tesão e gozei em sua boca, eu não aguentava mais estava cansada foi quando Ele disse

– agora é minha vez de me divertir com vc cachorra

Foi quando ele me botou de joelhos e disse

– agora quero ver vc mamando meu pau bem gostoso

Implorei pra que parace mais ele continuo

– cala boca e chupa safada

Ele invadiu minha boca com seu pau me fazendo engolir a força àquele cacete enorme
– aaah que delícia safada, chupa gostoso vai, lambe meu cacete sua puta
– caralho que terão, abre o bocão vai engole tudo, eu sei que se gosta vádia, hoje vou te arromba inteira

Eu chupava, não aguentava mais era tão grande que encostava na minha garganta

– para por favor professor

– calada cachorra, vem ca vem agora quero fuder essa buceta gostosa

– naoo seu pau e muito grande vai me machucar

-Quietinha , vem ca vem

Foi quando Ele me deitou na cama e abriu minhas pernas , e começou a enfiar o pau na minha buceta, doía muito que até chorei

– aaaah que delícia de buceta, toda apertadinha

– para ta doendo, Por favor
Não importa o quanto Eu pedia ou gritasse ele continua me fodendo cada vez mais forte

– caralho que tezao, sempre fui louco pra te fuder safada, toma cachorra pau nessa buceta gostosa

– fica de quatro pra mim quero gozar nesse cuzinho gostoso

Ele me botou de quatro e começou a chupar e lembre meu cuzinho

– por favor Meu cuzinho não, dói muito, Por favor professor

-Cala a boca sua puta empina esse cuzao pra mim vai quero gozar nesse cuzinho

De repente senti seu pau entrando no meu cuzinho chorei de dor em quanto ele me fodia, metia com força em quanto nasturbava minha bucetinha

– isso cachorra, que delícia, vou gozar
Aaaaah porra que cu gostoso

Ele gozou muito, achei que tivesse acabado mais não, ele continuo com o pau no meu cuzinho e masturbando a minha buceta

-goza pra mim vai safada

Eu já não aguentava estava exausta
Ele contínuo socando o dedo na minha buceta e esfregando meu grelinho não aguentei e gozei em seus dedos

Foi quando ele se levantou e disse que estava satisfeito por hoje, mais que iria me fuder de novo disse pra que eu tomasse um banho e fosse pra casa, tomei um banho, vesti minha roupa e fui pra casa até hoje não acredito que aquilo aconteceu…

Se a gente se viu De novo te conto em outro conto. ….

Contos relacionados

Comentários

© 2019 - X Contos Eroticos