X Contos Eroticos » Fantasias » Transando com a Colega de trabalho chata

Transando com a Colega de trabalho chata

  • 30 de novembro de 2018
  • 382 views

Boa tarde, o que vou relatar aconteceu ontem, algo que eu jamais poderia imaginar acontecer, até porque a pessoa com que aconteceu o fato é muito chata.

Vamos lá. Sou Fernando 40 anos 1,72 95kg branco, olhos castanhos claro, cabelos escuros. A 3 meses fui contratado pela empresa que trabalho hoje para administrar e colocar as coisas em ordem. Desde que entrei nessa empresa a funcionária que está de saída pois vai casar e mudar de cidade, implicou comigo de uma certa forma que ficou insuportável.

Como sou experiente com empresas vou tocando o barco, aprendo o serviço por minha didática e vou fazendo as coisas acontecerem.

Ontem tivemos uma reunião pela manhã para alinharmos as coisas e para que eu apresentasse o planejamento para o próximo ano.

Tive a oportunidade de falar tudo o que eu havia percebido na empresa nesse tempo e a Fran ficou só observando.

Fran é uma mulher bonita, rosto muito lindo, olhos cor de mel, boca carnuda, bunda redondinha, pernas grossas e seios pequenos.

Acabei a apresentação conversamos sobre o planejamento e ficou todo mundo de boa. A Empresa aqui tem 7 pessoas comigo. Então todos ficaram descontraídos e conversaram muito tranquilos.

Tive que ir almoçar para buscar meu filho na escola. Ao retornar do almoço só estava ela na empresa. Passei para minha sala e comecei meus trabalhos.

As 15:00 ela fez um café e veio me avisar que havia feito para aproveitar que tava quente. Fui até a cozinha e pela primeira vez ela conversou de boa comigo. Me disse que estava muito tensa com as coisas do casamente e me pediu desculpas pela forma que tem me tratado. Falei que ela deveria relaxar pois senão ela pode dar algum problema. Casamento é sempre stressante mais passa.

Fran me agradeceu pelos toques e disse que perdeu muito tempo com essa bobeira dela que eu era um cara legal. Ficamos conversando coisas diversas e fiz um elogio para ela, dizendo que ela ficará uma noiva muito bonita, pois ela é muito linda. Ela agradeceu e disse que tb me acha bonito, sério, simpático, charmoso. Eu falei nossa!! Vc acha isso de mim? Ela respondeu que sim e que acha que a postura dela era uma forma de se resguardar do que ela pensava e achava de mim.

Perguntei por que ela tinha medo disso, estávamos pertos um do outro e ela abaixou a cabeça e ficou com vergonha de responder. Peguei no queixo dela, ela me olhou nos olhos e dei um beijo na boca dela, com receio que ela me empurrasse. Para minha surpresa ela me puxou pra junto dele de correspondeu ao meu beijo. Um beijo de língua bem gostoso.

Ela olhou para meus olhos e disse que era por esse motivo. Ela casaria em poucos dias e não queria ficar pensando essas coisas comigo. Me deixou na cozinha e veio para sala dela que fica em frente a minha. Parei na porta da sala dela e disse que não precisava se preocupar pois só estávamos nós dois na empresa. Eu não falaria nada pra ninguém pois sou casado e ela vai se casar.

Vim para minha sala mais o beijo não saia da minha cabeça. Havia esquecido minha garrafa de água na cozinha e voltei lá para buscar. Quando peguei a garrafa e me virei ela estava atrás de mim. Já veio me beijando sem dizer nada. Adorei aquilo. Encostei na pia e puxei ela pra junto de mim. Meu pau já tava duro como rocha. Apertava ela contra o volume do meu pau, apertava sua bunda deliciosa, arrancando suspiro dela.

Ela tava usando uma blusa de alça fininha, soutien sem alça. Tirei sua blusa, desabotoei o soutien e comecei a chupar seus seios de bicos rosados. Chupava e mordia seus bicos, ela gemia de tesão. Passamos para sala de reuniões que tem uma mesa grande. Deitei ela na mesa, tirei sua calça e calcinha, deixando ela peladinha. Beijei sua boca, chupei seus seios e fui descendo beijando seu corpo que já tava todo arrepiado. Quando cheguei em sua buceta, estava muito molhada. Chupei ela com vontade. Ela gemia e começou a pedir para não parar que ela ia gozar. Gozou na minha boca. Que gozo gostoso.

Ele levantou ajoelhou , desabotoou minha calça baixou ela e pegou meu pau que tava muito duro e começou a chupar como se chupa sorvete. Que boca deliciosa. Quase gozei ne boca dela. Levantei ela coloquei sobre a mesa de frente pra mim. Beijei a boca dela, encostei meu pau na entrada da sua buceta e ela sussurrou no meu ouvido para comer ela com vontade.

Coloquei meu pau dento dela com força, ela deu um gemido alto pedindo para comer ela bem gostoso. Entre beijo e bombada ela deu eu grito que tava gozando. Durante seu gozo ela contraiu tanto a buceta que chegou a doer meu pau.

Me deu um beijo demorado e pediu para pegar ela de 4 e gozar dentro dela. Virei ela, posicionei meu pau na entrada e fui colocando, ela era bem apertada. Quando entrou tudo, comecei a meter com muita força, chegava estralar ao bater os corpos. Ela já não tava mais nem aí com barulho e gemia alto dizendo que tava adorando meu pau todo dentro dela que ela sabia que se aproximasse de mim isso iria acontecer. Bombei mais forte e falei que ia gozar, ela rebolou bem gostoso no meu pau e enchi sua buceta com meu gozo.

Tirei meu pau e ela veio me chupando limpando meu pau e dizendo que queria mais. Mais que não daria para ser ali e nem naquela hora pois estava próximo de fechar a empresa e ela tinha compromisso. Ela me beijou e disse que estava muito feliz e satisfeita, que tinha gozado muito gostoso e que estava louca para repetirmos em um lugar mais confortável. Quando formos repetir a dose conto como foi.

Contos relacionados

Comentários

© 2019 - X Contos Eroticos