X Contos Eroticos » Corno » Comendo a minha vizinha na frente do corno manso

Comendo a minha vizinha na frente do corno manso

  • 24 de outubro de 2018
  • 591 views

Eu tenho uma vizinha milf bem gostosa, morena, corpão, nem magra, nem gorda, ela é estilo cavalona. Tem uma bunda enorme, peitão e vive usando roupas apertadinhas que deixam ela bem sensual.

Eu vivia secando ela apesar de ser casada, e ela sempre foi bem simpática comigo. O nome dela é Adriane, tem uns 38 anos e o marido deve ser mais velho alguns anos.

Enfim, eu falava com o casal numa boa, um dia eles me convidaram para tomar um chopp na casa dos dois. Eu moro com minha mãe, tenho 23 anos e tô solteiro. Como não tinha nada pra fazer, eu topei tomar um chopp com o casal.

Cheguei na casa dos dois umas 22 horas do sábado, fui recebido pelo Agenor, marido dela, que já foi buscando uma cerveja, me chamou pra sentar no sofá e começamos a conversar.

Logo de cara achei estranho a esposa dele aparecer na sala com um shortinho bem curto mostrando a beiradinha da bunda dela, e por sinal, que bunda gostosa que ela tem, toda empinadinha, com tudo em cima.

Ela sentou bem no meio da gente, cruzou as pernas, música rolando, a gente conversando, aí ela ficou bem altinha e começou a passar a mão na minha coxa. Confesso que tomei um susto do caralho e dei um pulo, mas ela mandou eu relaxar, fiquei de boa e nessa hora percebi que o corno era liberal.

Bebida vai, bebida vem, ele perguntou se eu queria comer a mulher dele, eu disse que ela era muito gata e que comeria sim. Ela então se levantou, se ajoelhou aos meus pés, me puxou pra um beijo e depois passou a mão por cima da minha calça.

Eu ainda tava sem graça, mas uma mulher gostosa fazendo isso, não deu pra evitar, meu pau ficou bem duro, ela sorriu e abriu meu zíper. Recebi uma chupada deliciosa, o marido dela tava só assistindo com cara de corno conformado, excitado assistindo eu botar meu pau na boca da mulher dele.

Depois de um tempo ela me puxou pela mão, entrei no quarto e o corno com o celular filmando tudo. Ele arrumou uma máscara pra mim, outra para a mulher dele pra não aparecer a cara da gente.

Eu fiquei bem a vontade, ela me deitou na cama, deitou com a bunda na minha cara e entendi que ela queria um meia nove, então quando ela botou meu pau na boca e começou a chupar, eu aproveitei pra meter a língua na sua buceta gostosa.

Ela começou a rebolar na minha boca, não parou de me chupar 1 segundo, nem quis saber do corno, eu comecei a me mexer e socar o pau com força na boca daquela puta e ela chupava gostoso demais, com certeza eles já tinham feito isso várias vezes.
– Que delícia, seu cachorro! Chupa minha bucetinha gostosa, chupa! me faz gozar na sua língua.

E depois disso o corno só falava pra ela me chupar mais e mandava eu comer a mulher dele, empurrar a pica na boca dela. Eu tava é louco pra meter nessa buceta, um tesão mesmo, toda lisinha com um grelinho saliente.

Ela acabou gozando primeiro que eu, soltou um gemido alto, rebolou na minha boca, depois relaxou e ficou dando pulinhos porque ficou bem sensível depois da gozada.

Eu tava doido pra meter, ela continuou me chupando, não aguentei e gozei na boca dela. A safada ficou com a boca toda melada de porra, me fez olhar e engoliu tudinho me olhando com cara de safada.
Depois disso deitei na cama com ela, o corno beijou a boca dela com o gosto da minha porra ainda e ela começou a me acariciar gostoso, logo meu pau deu sinal de vida, ficou bem duro novamente.

Quando minha pica ficou feito uma pedra, ela pegou uma camisinha e com cara de safada colocou com a boca. Começou a roçar sua bunda gostosa no meu pau, de costas pra mim, e eu enchi esse rabão gostoso de tapas, deixei ela toda marcada e gemendo de tesão.

Eu pedi pra la sentar na minha vara, não tava aguentando mais, meu pau tava latejando de tesão, precisava foder ela toda e segurei a safada pela cintura e botei ela pra sentar, começando um vai e vem bem gostoso, com ela quicando forte até fazer um barulho alto da buceta dela batendo no meu pau.

Ela quicava com tanta força que machucava meu pau, mas a safada sabe fuder gostoso, ela rebolava a bunda igual puta de filme pornô e aumentava meu tesão. O corno então pediu pra eu comer o cuzinho dela, fiz ela ficar de quatro, dei uns tapas, uma cuspida no seu cuzinho e comecei a lambuzar tudo com os dedos. Meti um dedinho, deixei ela piscando e comecei a encaixar a cabecinha do meu pau.
Quando meti tudo ela soltou um gemido de dor, mas quando pensei em tirar o pau ela mandou continuar. Bombei com força no cuzinho dela, e o corno só filmando tudo.

– Que cu gostoso você tem, quero arrombar ele todinho, sua puta gostosa!

– Fode meu cu, seu safado, mete, me arromba toda.

– Humm, que delícia, rebola no meu pau, mexe gostoso.

– Aí, como tá gostoso, seu pau tá arrombando meu cuzinho!

Depois de meter muito nesse cu eu avisei que ia gozar, mas ela mandou eu gozar na boca dela de novo, então tirei o caralho pra fora e soltei um jato de porra na boca da piranha, fazendo ela engolir tudo mais uma vez.

Foi uma experiência bem gostosa, e depois disso, fiquei viciado em comer esposas de corno!

Contos relacionados

Comentários

2 comentários para “Como virei putinha fogosa a pedido do marido

  1. Moises • 21 de outubro de 2018

    Sou casado bisexual a algum tempo minha esposa por questões de saúde não tem mais me correspondido na cama, e como sempre tivemos um apetite sexual muito ativo e aberto, tenho buscado prazeres fora do casamento com outros casais compatível com a minha idade, 65 anos, caso algum casal se interessar entre em contato.

  2. Kelly • 5 de janeiro de 2019

    Ja foi comido por mulher?

© 2019 - X Contos Eroticos