X Contos Eroticos » Fetiches » Hora extra com minha estagiaria

Hora extra com minha estagiaria

  • 24 de setembro de 2020
  • 2146 views

Meu nome é Marcelo, há algum tempo escrevi minha experiência sexual com uma atriz pornô, para quem não leu o conto “uma imagem para não esquecer”, sou fotógrafo e trabalho para revistas eróticas, sites de conteúdo adulto e produtoras de filmes pornôs, ganho por ensaio realizado de acordo com pedido do cliente, realizo meu trabalho em meu estúdio no meu apartamento.

disksexo

Certo dia checando meus e-mails, recebo um e-mail de Mariana, ela explica que estava cursando jornalismo com ênfase em fotografia, e que necessitava de ter carga horária de estágio como parte do curso, entrei em contato com ela, e expliquei o tipo de conteúdo que eu trabalhava, Mariana disse conhecer meu trabalho e que havia conseguido meu e-mail por meio de uma das editoras que eu tinha contato, decidi convidar ela até meu estúdio para uma entrevista. No dia combinado, meu interfone toca e era Mariana, peço para ela subir, ao abri a porta me deparo com uma menina magra, de 1,60 mais ou menos, pele branca, cabelos escuros lisos, com seios pequenos, assim como sua bunda e pernas magras, entretanto o que chamava a atenção era seu rosto, ela era muito bonita, com olhos verdes, o desenho de seu rosto era perfeito, convidei ela a se sentar, e começamos a entrevista, questionei o fato de ela tentar ser modelo, ela responde me informando que fez alguns books, mas sua altura sempre foi uma dificuldade, pois as agencias sempre dão preferências as meninas mais altas, então ela partiu para área de fotografia, expliquei que ganhava por ensaio realizado e valor era variado, ela aceitou receber por taxas e que o mais importava era as horas trabalhadas.

No outro dia ela iniciou o seu estagio no meu estúdio, comecei apresentando o software que usava para trabalhar e editar as fotos para montar os ensaios antes de enviar o ensaio final para os clientes e nos primeiros dias foram apenas apresentando minha rotina que na maior parte do tempo envolve escolher fotos, aumentar diminuir a luz, contraste das fotos e alguns retoques nas fotos das modelos, no final do quarto dia anuncio que uma modelo estaria lá para ser fotografada, e que apresentaria as técnicas de foto que eu usava. No outro dia aprontava o estúdio para seção de fotos, Mariana chegou logo em seguida, e aguardamos a Modelo que se chamava Thais, após mais alguns minutos, Thais chega ao meu apartamento, apresento ela para Mariana explicando a função dela no estúdio, ela entende normalmente e pergunta se pode se trocar para o ensaio, deixei ela a vontade e como de costume ela se

despiu ali no estúdio mesmo, Thais era uma loira de 1,65 de seios médios, cintura fina, bumbum grande bem firme com coxas bem grossas, ela me pergunta que lingerie eu achava melhor para o ensaio, chamei Mariana e pedi sua opinião, eu tinha em mente uma vermelha fio dental, mas Mariano pega uma calcinha lilás larga, quase um shortinho, com um baby doll de mesma cor e aponta para Thais, ela experimenta aquela lingerie e para minha surpresa deixou Thais ainda mais sensual, começamos o ensaio com Mariana observando, perguntando que lente eu usava, que grau de foco era ideal e assim por diante. Terminando o ensaio conversamos os três em um tom bem descontraído, Thais se vestiu e se despediu de nós, Mariana não escondia sua excitação, achava incrível o fato de eu tratar uma mulher nua da forma mais natural, respondi que a principio eu ficava mais empolgado, mas com tempo fui tratando aquela situação como algo normal.

Com passar do tempo, percebia que as modelos que viam no meu apartamento pela primeira vez, se sentiam mais confortáveis com a presença da Mariana, mesmo tendo uma boa reputação de respeito com elas. Mariana continuou indo ao meu estúdio, me auxiliando e ela se mostrou bem aplicada e esforçada, uma tarde nós estávamos trabalhando em algumas fotos quando recebo um e-mail perguntado se eu fotografava fotos de sexo de dois atores pornôs, Leo e Marcia, nunca curti muito fotografar cenas de sexo, mas o cachê era um bom valor então topei realizar o ensaio, as fotos seriam feitas em um motel juntamente com as filmagens e teria a equipe da produtora do filme junto, ao final do dia avisei que não precisava comparecer no dia seguinte, questionando o motivo expliquei que ia realizar o ensaio fora do estúdio, Mariana então pergunta se poderia me acompanhar, avisei o fato que estaríamos no meio da gravação de um filme pornô, mesmo assim ela quis ir comigo, então aceitei seu pedido, combinamos de se encontrar na frente do meu prédio.

No dia seguinte, Mariana me aguardava na frente do meu prédio, ela entra no meu carro e partimos para o motel aonde seria feito o ensaio, Mariana vestia um mini saia jeans e uma blusa de alça preta, chegamos ao motel e nos apresentamos para a equipe e para os atores, Marcia era uma morena bronzeada com peitos siliconados, cintura bem definida e bunda bem gostosa, grande e redonda, e para completar um espetacular par de coxas grossas, resumindo um mulherão que só vemos em filmes pornôs. Leo era um moreno alto, barriga e peitoral bem definido, seu membro já fazia volume na sua calça, percebi que Leo cresceu o olho a cumprimentar Mariana, conversei com diretor enquanto Mariana preparava o equipamento para as fotos, Leo e Márcia já se aqueciam na cama com um bom amasso, com tudo preparado, iniciei o ensaio com os dois abraçados na cama, após algumas fotos Márcia já se

livrava da parte de cima do biquíni, mostrando seu seios para minha lente, peço para Leo agarrar Marcia por trás, segurando os seios dela, rendendo uma bela foto. As gravações são iniciadas e Leo começa a despir Marcia, enquanto Leo vestia apenas uma calça jeans, Marcia retira seu pau para fora, interrompo a gravação e me dirijo para cama para tirar mais algumas fotos, falo para Marcia abrir a boca na frente do pau do Leo, olhando para câmera, alguns cliques, e Marcia engole o pau de Leo, mais algumas fotos, e deixo a as filmagens continuarem, Mariana terminara de regular as lentes e passou a assistir as gravações, continuei fotografando mais algumas fotos de Leo penetrando Marcia, em determinada cena, Marcia vira sua bunda para Leo, e ele vai para cima dela socando na boceta dela,peço licença para o diretor para tirar uma foto do ângulo que ele estava, chamei Mariana e entreguei a câmera para ela, ela chega bem perto do casal e tira umas cinco fotos, ela vem para mim mostrando as fotos que ficaram muito bem tiradas, as gravações continuaram até Leo finalmente gozar na cara da Marcia, tirei mas algumas fotos do rosto dela bem esporrado.

Trabalho realizado, eu agradeço toda a equipe e ficamos de papo furado, reparei que Mariana conversava com Leo, que ainda estava pelado, Mariana não tirava os olhos da rola do Leo que apesar de ter gozado ainda estava ereto, Leo deve ter percebido Mariana manjando ele, e logo em seguida Mariana segura sua rola, que Leo ofereceu para ela pegar, Mariana elogiou muito o instrumento de Leo e que nunca havia visto um pau daquele tamanho, mas ficaram apenas nisso mesmo. Fomos embora e Mariana perguntou se eu iria começar a trabalhar nas fotos, estava perto das 7 horas da noite, respondi que sim, mas falei que ela não precisava se preocupar, que no outro dia ainda teria coisas para finalizar naquelas fotos, ela então insiste em ir ao meu estúdio mesmo passando do horário que ela geralmente ficava no estúdio, concordei com ela e fomos juntos para meu apartamento.

Entramos no meu apartamento e fomos para meu notebook baixar as fotos das maquina e trabalhar nelas, a cada foto que mostrava o pau de Leo, Mariana fazia algum tipo de comentário, deixando claro que realmente ela tinha ficado vibrada pelo Leo, como havia sido um dia corrido de muito trabalho, resolvi relaxar um pouco com um bom vinho, abri uma garrafa e ofereci uma taça para Mariana, que alegremente aceitou, começamos a beber e jogar conversa fora, em dado momento da conversa Mariana se questionava se teria coragem de posar nua ou realizar filmes pornôs como Marcia, com o vinho na cabeça comentei que apesar de seu corpo não chamar tanta atenção, seu rosto era muito lindo e com certeza tiraria o fôlego de muito marmanjo, ela agradeceu o elogio e então me propõe se havia problema de fotografar ela nua, só para ver como ficariam as fotos, pensei e por que não. Nos levantamos, peguei a câmera e fomos para a cama que tenho no estúdio, ela se sentou na cama cruzando as pernas, olhei para ela e iniciei a fotografá-la, ela então abre as pernas exibindo uma calcinha preta, peço que ela se levante e abaixe a saia lentamente, ela obedece com olhar bem sacana, ela retira sua saia ao som dos cliques da câmera, o rosto de Mariana fica corado, mas elogio ela dando ênfase nas suas pernas magras mas bem definidas e lisas, Mariana se empolga e após algumas poses, chega a hora de exibir seu peitos, ela levanta sua blusa e o que vejo sãos dois seios pequenos lindos, com bicos escuros pequenos, se não soubesse sua idade, poderia acreditar que ela era uma adolescente, com seios começando a se formar, ela se deita na cama e vou em cima dela continuando o ensaio mais ocasional que já havia feito, em seguida ela leva as mãos até a calcinha, ela retira deixando a suspensa nas suas coxas, pedi para se levantar para tirar uma foto dela daquela maneira, ela se levanta e exibe sua bocetinha bem delicada, toda depilada, enfatizando ainda mais a imagem de uma menina, ela termina de tirar sua calcinha, fazendo mais algumas poses, quando ela abre sua pernas expõe sua boceta, levemente molhada, sinal da sua excitação, quando terminamos fomos ver as fotos ainda na câmera, sentei na cama com ela atrás de mim ainda completamente nua e com a cabeça sobre meu pescoço, olhando o resultado do seu ensaio, confesso que após todos esses anos fotografando mulheres exuberantes com corpos cheio de curvas e seios siliconados, nunca mais ficaria excitado em ver fotos de nu artístico, mas na hora que vi aquela universitária de rosto angelical, nas fotos da minha câmera, senti meu pau pulsar como a tempo não sentia apenas vendo fotos, nem reparei que o volume da minha calça já era considerável, tanto que Mariana reparou e passou suavemente sua mão pelo meu pau sobre a calça descendo até minha coxa, me virei olhando em seus olhos, sem nenhuma palavra começamos a nos beijar, rapidamente sua mão desabotoa minha calça e logo alcança meu pau, ela puxa meu pau já duro e passa a me punhetar, sinto aquela mão pequena e suave subindo e descendo me deixando louco de tesão, me levanto e tiro minha roupa rapidamente enquanto ela me assistia deitada na cama alisando seus pés em mim, com uma carinha de tesão inacreditável, ao me despir por inteiro, ela se senta na cama e coloca meu pau em sua boca, que língua gostosa ela tinha, então ela passa saborear meu pau com beijos e passando aquela língua sobre a cabeça do meu pau, eu achei que iria queimar a largada e gozar ali mesmo, me segurei mesmo com minha excitação no máximo, ela então passa chupar colocando meu pau na sua boca com movimentos rápidos para dentro e fora da sua boca, me dando o nova onda de prazer, que menina incrível era Mariana, decidi retribuir aquele oral espetacular, deito ela na cama e abaixo minha cabeça sobre sua bocetinha, começar a chupar ela com muita vontade, desfrutando daquele mel que escorria dela, Mariana gemia segurando minha cabeça, levei ela ao orgasmo frenético deixando a sem ar, me deitei na cama e mandei ela sentar no meu pau, ela vem para cima e aponta meu pau em direção a sua boceta, vi ela sentar centímetro por centímetro, até meu pau sumir dentro de Mariana, passamos a trepar prazerosamente, apesar de magrinha, Mariana agüentava bem o tranco, passei a estocar com mais força, ela gemia decaindo sobre mim, pedindo para que eu continuasse, viro ela para baixo de mim sem tirar meu de dentro dela, comecei a foder aquela boceta brutalmente, Mariana passou a gritar em meios aos gemidos, mas em nenhum momento quis que eu parasse.

Querendo ainda mais pedi o cuzinho de Mariana, ela concorda e deixo ela se posicionar de quatro para mim, com pau já bem lubrificado naquela boceta que escorria de prazer, começo a penetrar aquele cuzinho vagarosamente, instintivamente Mariana recua sua bundinha, eu acaricio sua boceta e tento deixar ela mais relaxada, ela então empina a bunda novamente e pede para segurar sua cintura com firmeza, entendendo que ela não agüentaria sem forçar bem, seguro bem forte ela e tento mais uma vez, Mariana pega o cobertor pela boca mordendo ferozmente, vou empurrando meu pau naquele cuzinho apertado, Mariana tenta se soltar, mas havia prendido ela bem, então finalmente consigo colocar a cabeça do meu pau por inteira, Mariana urra de dor, respirando alto com as pernas tremulas, o restante do meu pau foi entrando até a metade, onde sinto uma resistência para avançar, passo a meter nela, Mariana passa gemer muito enquanto metia em seu cu, pouco a pouco a cada metida meu pau vai avançando mais fundo dentro do rabo dela, passo a meter com mais velocidade, o que faz Mariana ir loucura, eu queria ficar ali para sempre fodendo ela, mas meu tesão era tanto que meu gozo era inevitável, tirei meu pau para fora e pedi para que Mariana ficasse de joelhos na cama, fico de pé com pau sobre o seu rosto, e começo a gozar fartamente, quatro jatos sobre aquela carinha de anjo, passei meu pau no rosto inteiro dela, deixando ela o mais lambuzada possível, em seguida puxo ela para o banheiro onde tomamos um delicioso banho abraçados como dois namorados apaixonados.

Após o banho nos deitamos na cama do meu quarto sem nenhuma roupa, um acariciando outro, partimos para mais uma transa mais tranqüila, parecendo um casal apaixonado, mas querendo proporcionar a minha estagiaria ainda mais prazer naquela noite, fiz ela gozar duas vezes e quase sem energias, fui recompensado com um belo oral até o final, Mariana fez questão de deixar meu pau bem limpo sugando toda porra que saia do meu pau, após ela terminar voltou para meu lado e adormecemos. Na manhã seguinte Mariana se arrumou rapidamente para ir à faculdade, me deixando na cama com beijo de bom dia, ela saiu e eu fiquei apenas relaxado após uma transa maravilhosa, me deixando inspirado para mais um dia de trabalho.

Mais um conto finalizado, quero agradecer mais uma vez a todos que leram esse conto, o número de leituras tem sido bastante relevante me deixando bastante feliz. Beijos para todos e todas.

Contos relacionados

Comentários

© 2020 - X Contos Eroticos