X Contos Eroticos » Incesto » Tio Carlão encheu meu cuzinho de porra

Tio Carlão encheu meu cuzinho de porra

  • 22 de setembro de 2018
  • 10087 views

Confesso que depois de um tempo sem ver o tio Carlos, fiquei com saudade dele e com vontade que nosso dia fosse melhor do que tinha sido o dia anterior. Estava com tesão, ainda mais quando me lembrava do que ele falava, que hoje, era ele que iria gozar gostoso.

Fui pro meu quarto, coloquei meu biquíni branquinho, o menor que tenho, enfiei bem no rabinho e fui pra piscina. Minha mãe nem gostava muito que eu usasse esse biquíni em sítios ou clubes, porque ele realmente era bem mais cavadinho e bem menor do que os outros. Mas coloquei ele assim mesmo. Quando tio Carlos chegou, me olhou nos olhos e por um milésimo de segundo, ficou envergonhado, mas logo vi, que o tesão também tomou conta dele….

Ele como um tio bem bagunceiro, foi logo entrando na piscina fazendo farra com meus outros primos…

Tio Carlos chega uma hora, discretamente por trás de mim, me abraça e diz no meu ouvido:

– Hoje eu quero gozar bastante com você, minha putinha.

Na mesma hora, dei uma empinadinha na bunda, que fez encostar no seu pau duro dentro do short. E sai da piscina. Fiquei desfilando na frente da piscina por um tempão, e ele de pau duro, sem poder sair, tendo que ficar brincando com os meus outros primos. Quando ele viu o tamanhozinho do meu biquíni, e viu que esse estava mais enfiadinho no rabinho do que o outro, do dia anterior, ele ficou maluco. Me chamou pra brincar na piscina com os outros e eu voltei pra piscina. Ele logo deu um jeito de me alisar todinha, passando suas mãos grandes e grossas na no meu rabinho, me abraçando por trás, forçando meu rabinho a ficar com o seu pau bem no meio. Passei a mão no seu pau, ainda dentro do short, mas já duro demais, e ele deu uma gemidinha…. Ficamos nesse esfrega esfrega dentro da piscina quase que o dia todo. De tardezinha, foi preciso comprar mais cerveja, e meu tio já se colocou disponível para ir até a cidade, e no meu ouvidinho, me mandou ir com ele, mas sem nada, só com o biquíni branquinho, enfiado no meu cuzinho e molhadinho. Entramos no carro e fomos… Fiquei com um pouco de medo, pois não sabia o que meu tio realmente queria, porque apesar de estar cheia de tesão, eu nunca tinha feito nada daquilo.

A estrada era de terra até a cidadezinha, e devia ser uns 7km. Pedi para ir dirigindo na estrada de terra, então ele logo deixou:

– é putinha, tá querendo sentar no colo do titio né? Ju, você é muito safadinha… Vem aqui! Senta na rola do seu titio que esta muito dura querendo você!!

Antes de sentar no colo dele, ele abaixou seu short e deixou seu pau encostadinho no meu cuzinho, tendo soh o fiozinho do biquíni separando meu cuzinho do seu pau.

– Ai tio, que safado você… tinha que abaixar o short? Seu pau tá cutucando meu cuzinho… rs

– Ta gostando minha safadinha??? Por mim você já estava sem esse biquíni, e já estaria sentindo meu pau duro dentro do seu cuzinho…

– Mas isso vai doer tio…

– Não vai não ju, ontem enfiei dois dedos no seu cuzinho e você nem reclamou de dor… você nasceu pra dar esse cuzinho, tenho certeza! Agora para de falar e rebola no colo do titio vaiiiiii…

A estrada de terra ajudava no sacolejo do carro… eu ficava rebolando no pau duro do meu tio… ele segurava nos meus peitinhos e ficava gemendo no meu ouvido… estava muito gostoso…. Estava aproveitando pra me masturbar também… e ele percebeu

– tá se masturbando também né minha putinha… tá querendo gozar de novo, e dessa vez no pau duro do tio é??

– tá muito gostoso tio, esse seu pau duro no meu rabinho… você é muito gostoso

– Você que é muito safada, minha putinha deliciosa… chega de biquíni atrapalhando minha felicidade… eu vou gozar muito, mas vai ser dentro do seu cuzinho…

E arrancou de uma vez meu biquíni… eu estava louca de tesão já.. Minha bucetinha estava toda meladinha…. Titio me tirou do colo dele, me pediu pra sentar no banco do passageiro e enquanto dirigia para um local mais reservado, mandou eu ir mamando no seu pau duro…

Sem saber como fazer, ele foi forçando minha cabeça, e eu fui aprendendo.. Lambi a cabecinha do pau dele todinha, fiquei chupando só a cabecinha, e ele estava gemendo demais, me chamando de putinha, de safadinha….

Enfiei o pau duro do tio até minha garganta e subi chupando todo o seu pau duro… ele parou o carro e mandou eu continuar a mamar no pau dele…

– Ju, você aprendeu rapidinho como se mama num pau bem duro… é mesmo uma putinha deliciosa… aiiiii minha putinhaaa… isssooo… lambem beeem gostooso… aaaah…. Calma Juuuu… para sóum pouquinho se não vou acabar gozando na a sua boquinha.. E quero gozar dentro do seu cuzinho …

– Tio, vai doer muito… por favor, devagar…

– vai pro banco de trás minha putinha vou lamber seu cuzinho, encher ele de saliva…

Fui pro banco de trás, abri bem minha bundinho e tio Carlos encheu meu cuzinho de saliva. Ficou lambendo por vários minutos. Me fez babar no pau dele todinho e sentou no banco

– Vem minha putinha, sente de frente pra mim.

Senti a cabecinha do pau duro do meu tio na portinha do meu cuzinho. Pisquei o cuzinho e travei ele na hora. Meu tio ficou passando a mão na minha bucetinha, mamando no meu peitinho… beslicando de levinho meu grelinho. Fiquei com muito tesão e comecei a rebolar no pau duro dele… Senti o pau dele entrando no meu rabinho e doeu só na hora da cabecinha entrar… realmente eu nasci pra dar a bundinha, porque aquilo estava muito gostoso, e sem dor… só prazer!

– Ta vendo minha putinha, não doeu nada… agora trata de cavalgar no pau do seu tio, porque quero gozar bem gostoso dentro do seu cuzinho, minha safadinha…

– Ai tio, então mete mais forte, já que meu cuzinho foi feito pra receber pau duro… já que não esta doendo nada, quero que me fode como nunca fudeu ninguém… mete mais forte tio… aaaaaah que deliciaaaa…. Goza no meu cuzinho titio… por favor, me da leitinho no cuzinhoooo

– aaah minha putinhaaa.. é assim que quero que você fale comigo… me manda fuder gostoso… toma pau duro no cuzinhooooo… quero te encher de porra quentinha o cuzinho… rebola vai minha putinha safada….

Quanto mais ele me xingava, mais me dava tesão, e mais eu rebolava naquele pau duro…. Estava muito gostoso, e eu não sentia quase que dor nenhuma…. Dei um beijo de língua no meu tio que ele assustou, peguei sua língua com a minha boca e comecei a sugar ela, como se fosse o pau dele…. Ele gemia muito…

– ai tioooo.. Goza no meu cuzinho vaaaii

– a ju, minha putinha… tá querendo porra quente no cuzinho né??? Então manda eu fuder bem fundo seu cuzinho vaaai

– fode titio… fode com força e beeem fundo meu cuuu… vai meu safado… mete bem forteeee que sua putinha que rola no cuzinho…. Quero seu leitinho quente no meu cuzinho…

Tio Carlos gemeu alto e numa estocada bem funda, gemeu:

– Toma minha putinhaaaa… toma minha porra quente dentro do seu cuzinhoooooo

Aaaaaaah…. Tô gozando putinhaaaaaaaa!!!!

E gozou bem forte no meu cuzinho…. Ainda rebolei para sair toda a porra do pau dele…. E só tirou o pau de dentro do meu cuzinho, quando ele já estava mole…

Terminei lambendo todo o pau do tio Carlos para limpar direitinho a porra…

Acabamos não indo pra cidade comprar a cerveja, por que demoramos muito na estradinha de terra. Demos a desculpa que o bar estava fechado já, e que cerveja só no outro dia.

Voltei no colinho do tio Carlos também, mas me masturbando com o pau dele, no meio da minha bucetinha…. Esfregando no meu grelinho… mas não cheguei a gozar… Tio Carlos fode demais. Beijos

Contos relacionados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 - X Contos Eroticos