X Contos Eroticos » Fetiches » Uma foda deliciosa em plena quarentena

Uma foda deliciosa em plena quarentena

  • 23 de maio de 2020
  • 3637 views

Boa tarde, vou contar uma foda real que aconteceu nesta quinta-feira, me chamo Everton, sou do interior, branco, corpo normal e namoro com uma mulher nota dez, linda e gostosa, morena clara de cabelos médios, tem uma bunda e uma buceta que deixaria qualquer um maluco, inclusive eu. Normalmente transamos quase todos os dias, mas com o passar do tempo percebi que não existia a mesma vontade de transar que eu tinha, sou um pouco taradinho rsr, conversei com ela que só íamos transar quando ela estivesse com vontade, até aí tudo ok. No mesmo dia ela leu um conto que eu tinha escrito e iria postar e não gostou muito do que viu, pois era uma ex ficante, na hora pensei que em momento algum ela iria querer alguma coisa naquele dia. Me deitei e ela já tentando me provocar com uma calcinha pequena, cor de vinho, mas eu bocó não tinha visto, já perto de uma da manhã me viro e vejo ela de blusa e calcinha, aquela bunda grande e maravilhosa virada pra mim, com a calcinha toda enfiada, não deu outra, fui abraçar ela, tentar paparicar e em dado

disksexo

momento nos beijamos bastante com muito tesão, eu já estava louco, não sei se senti algo diferente, mas eu estava com muita vontade e fazer amor e ela estava com mais vontade que o normal, ela veio me beijando, tirei minha cueca e ela já me chupar, chupou vagarosamente me fazendo ficar com mais tesão por ela, ficou me chupando com a bunda virada pra mim de um jeito que desse pra mim sentir o mel que vinha daquela buceta, coloquei a calcinha dela de lado e meti o dedo enquanto ela me chupava, cada segundo que passava ficava mais gostoso, eu já gemia bastante com aquela chupada e ela tbm com minhas dedadas naquele bucetão. Ela deixou meu pau bem babado pra depois sentar, ela veio sentando bem devagar e mexendo de um jeito tão gostoso, a buceta estava tão molhadinha que conseguia sentir ela perfeitamente. Ela começou mexendo lentamente pra frente e pra trás depois foi acelerando, eu chupando aqueles peitos gostosos pra kralho e quanto mais eu chupava mais ela gemia. Teve uma hora que pensei

que ia gozar, tive de tentar baixar meu tesão, estava afobado demais, ela também estava quase gozando e nisso saiu de cima me pedindo pra chupa-lá, não me fiz de rogado e cai de boca naquele bucetão, podia passar a noite chupando ela que seria ótimo, ela gemeu mais falando que estava muito gostoso, acho que não deu nem dois minutos chupando pra ela me chamar pra cima dela, começamos aquela posição tradicional de papai e mamãe, estava gostoso demais, ela começou a mexer por baixo de mim de um jeito que me deixa louco, eu tentando me segurar e disse que estava quase gozando aí ela fala “segura só mais um pouquinho”, eu não aguento e gozo, mas pra minha felicidade minha rola continua de pé, ficou um pouco bamba, mas não tirei de dentro, dei umas metidas fortes e o meu pau já estava duro como antes e minha BB continua mexendo por baixo com a pica enterrada naquela buceta enquanto chupo os peitos dela, ela começa a gozar e assim que termina de gozar eu continuo um pouco mais rápido metendo ficando quase de joelhos metendo nela, ela diz “vai, mete, tá gostoso”, isso me deixa mais doido ainda e peço pra mudar de posição e ela fica de 4, meto bastante, suando muito, mas por mim não parava nunca, ela gemendo e pedindo mais, aquela cara de safada, que tá gostando da foda, me deixa mais louco, meto um pouco mais forte,

depois mudamos de posição, ela toda abertinha pra mim e eu de pé na ponta da cama, metendo mais e mais, aquele sorriso dela me deixou louco demais, não sei como não gozei quando ela falou que estava quase gozando, ela gozou se um jeito que nunca tinha visto ela gozar, pareceu um pouco mais forte ou foi apenas uma impressão minha. Meti mais e falei que estava quase gozando tbm, ela subiu um pouco na cama e eu tbm, fiquei metendo um pouco mais forte naquela maravilha de buceta, fazia barulho das metidas que eu dava enquanto ela gemia no meu ouvido, mas estava nem aí, já era de madrugada, meti até gozar, fazendo um barulho que se não acordei minha mãe, acordei os vizinhos rsr, foi muito gostoso, nos deitamos exaustos e depois fomos tomar banho pra dormir, pois íamos trabalhar pela manhã e já eram mais de 2 da manhã. Já na cama conversamos um pouco e comecei a beijar o pescoço dela na qual ela se arrepia toda, comecei sem intenção, mas não nego fogo, perguntei se queria só um pouquinho pra depois dormirmos, ela disse que sim e imediatamente peguei o lubrificante, vai que ela mudava de ideia né, não podia perder tempo kkkkk. Comecei a fuder lentamente ela de ladinho e beijando o pescoço dela, sentia perfeitamente

minha pica entrando, estava muito gostoso, depois de fudemos um bom tempinho de lado ela foi pra cima e começou a cavalgar na minha rola, a buceta estava molhadinha como no início, ela estava com tesão que derrepente acelerou um pouco a cavalgada, sempre gemendo baixinho e gozou, assim que gozou foi minha vez, apertei aquela bunda, puxei o máximo que pude pra sentir aquela buceta colada em mim, gozei na hora, pra ser a terceira da noite gozamos muito rápido, mas foi muito gostoso, voltamos a nos deitar, sendo que não queria encostar mais nela de costas pra mim kkkk se não minha rola com toda certeza iria querer mais, dormi apenas um hora e 40 minutos e fui trabalhar, mas valeu apena, nem senti cansasso no trabalho, a foda parece que me deu mais energia.

Contos relacionados

Comentários

© 2020 - X Contos Eroticos