X Contos Eroticos » Fetiches » Comendo minha madrinha

Comendo minha madrinha

  • 1 de fevereiro de 2020
  • 877 views

Vou contar como acabei transando gostoso com minha madrinha Rosa , minha madrinha e é casada e eu também sou . Tudo começou em 2015, quando minha madrinha mudou de cidade , com seu marido por causa do trabalho dele, e assim, acabei me aproximando mais ainda dela , pois havia muito tempo que não nos víamos , ela me tratava muito bem sempre com presentinhos não muito barato , o que era bem comum. Ela e Loira olhos cor de mel, 1,65 de altura, seios médios bem empinadinhos, coxas grossas e uma bunda durinha nem grande demais e nem pequena, somente bem feitinha. Ela e uma linda mulher, ela me olhava com jeito de safada e eu adorava , sempre fui safado, por isso nunca me deixou constrangido. Minha esposa sempre percebeu as olhadas dela em mim , mais nunca disse nada de mais , como todos sabem somos um casal liberal ,

disksexo


Eu dava muita corda pra ela, mas ela nunca tinha tentado nada, até que um dia minha madrinha precisou sair com urgência para o hospital , pq seu pai havia tido um infarto, e seu marido estava viajando a trabalho , então ela me ligou e perguntou se eu poderia levava até o hospital pq ela ainda não conhecia a cidade , minha madrinha sempre me deixou com muito tesão com aquele belo corpo , desde de quando ela era mulher do meu tio , Nesse dia ficamos no hospital até tarde da madrugada , como os médicos disseram que não poderia ficarmos lá, minha madrinha me disse pra irmos embora , como ja estava muito tarde , liguei pra minha esposa e disse que ia dormir na casa da minha madrinha , pq ja estava muito tarde e bem cedinho iamos pro hospital , minha esposa concordou , chegando na casa da minha madrinha ela disse pra eu ir tomar um banho , pra gente ir dormir , tomei meu banho e pra minha surpresa quando sai do banheiro , minha madrinha estava parada ali em frente à porta, como eu ia dormir estava só de cueca , nossa que maravilha , minha madrinha estava na minha frente só de baby doll , meu pau logo se animou, ela logo percebeu , e me perguntou se eu poderia ajudar ela, eu Respondi que Sim, ela foi me contando que seu marido sempre a traiu , e que a mais de 3 meses eles não tinha nada , eu ja sabia que ela queria pau , mais como um belo safado que sou , me fiz de inocente e perguentei madrinha como posso te ajudar ? Ela respondendo minha buceta sempre fica molhadinha. Ainda mais depois que você começou a frequentar minha casa ! Sempre quiz dar pra você, mais nunca tive coragem de te contar , mais depois que descobri as traições do meu marido eu quero muito você! Falei madrinha eu também sempre fui loco de tesão na senhora ,
Então ela arreda a calcinha de lado e disse :

-Você que me deixou !
Cheguei mais perto e passei os meus dedos abrindo a sua bucetinha, passava os dedos pela sua lubrificação e deslizava pelo seu clitóris, a deixando mais molhada e muito mais excitada. Ela Começou a gemer baixinho e rebolar implorando pra eu meter meus dedos dentro dela , e foi o que eu fiz. Começei a enfiar meus dedos na sua bucetinha e ela foi ficando louca, com o grelinho latejando de tesão. Então falei
Já vi que é assim que você gosta. Meu pau tá bem duro, pega aqui pra você ver.

Ela se aproximou de mim , passou a mão no meu pau por cima da cueca e logo foi abaixando pra colocar meu cacete pra fora. Minha pica veiuda e cabeçuda pulou na sua frente, ela dizendo que a deixei com água na boca. não perdeu tempo e começou a mamar, foi passando a língua de leve na cabecinha. Ela Passou a me torturar , chupando bem devagar, até que engoliu tudo de vez, enfiando meu pauzão sufocante até o fundo da Sua garganta.
-Que chupada gostosa!
Continuou mamando, e quando ela parou, eu retribuiu com uma gostosa chupada também. Abri bem as pernas dela e eu safado como sou começei a chupar sua bucetinha , enquanto ela se controlava pra não gemer alto. Seu tesão escorria pelas pernas, ela tava extremamente molhada. Depois de faze lá gozar com minha língua, ela ficou relaxada, e louca por mais. Pediu pra me comer ela, bem gostoso .
Eu nunca gostei de usar camisinha , enfiei meu cacete duro bem devagar. Quando o meu pau bateu lá no fundo ela ficou louca e só gritava e gemia de tesão, e falava que estava bem excitada com a grossura do meu cacete . começei a me mover num vai e vem bem gostoso, ela estava ali, deitada de pernas bem abertas dizendo pra mim fazer o que quisesse com ela . Ela dizia que fodia bem demais e que minha esposa tinha sorte de me ter como marido , ela gritava de prazer.

Eu socava bem gostoso, ela dizia que minha pica grossa a deixava toda arrombada, mas ela queria mais, queria sentir aquele pau a deixando toda arrombada e assada no dia seguinte. Ela Implorava pra mim meter mais forte , Começei a socar com força enquanto tampava sua boca com uma das mãos.
Eu começou a urrar, e ficar ofegante, então quando ela percebeu que já estava perto de gozar me pediu pra eu gozar nos seus peitos, ela dizia que sempre teve muito tesão em fazer isso. coloquei meu pau pra fora, ela tirou seu sutiã e me fez a lambuzar todinha com minha porra . Mandei ela ficar de 4 dava uns bons tapas na sua bundinha pra fazer ela rebolar bem gostoso. Meu pau ainda duro comecei a meter bem gostoso na sua bucetinha , fiquei louco pra meter no cuzinho dela, mas a safadinha, ainda não deixou, então, eu continuei comendo aquela xotinha maravilhosa até sentir o meu gozo se aproximando de novo . Ela gemeu junto comigo e gozamos gostoso quase que ao mesmo tempo . Ficamos suados e agarradinhos depois, mas não por muito tempo, já que daqui a alguns minutos já teríamos que voltar ao hospital , uma das melhores fodas que já tive ! Quando cheguei em casa minha esposa que não é boba nem nada já queria saber tudo que havia acontecido lá! Contei tudo pra ela nos mínimos detalhes e resolvemos tramar um plano pra minha esposa pegar eu e minha madrinha transando , só pra ela participar, mais essa história fica pra próximo pq ja está bem longo essa ! Gostou comenta não gostou comenta também! Entrem em contato !

Contos relacionados

Comentários

© 2020 - X Contos Eroticos