X Contos Eroticos » Fantasias » A Secretária Casada

A Secretária Casada

  • 17 de setembro de 2023
  • 1891 views

Hoje vou contar uma transa de um ano e meio atrás, fins dea das últimas “em pé” que tive (rs). Foi em Cuiabá, e tudo começou quando estive em um escritório de consultoria ambiental para buscar alguns documentos, e então percebi que a secretaria me olhou diferente… Para o meu “azar”, que virou sorte, os documentos não estavam separados, então ela me prometeu entregar no fim da tarde. Aproveitei e falei que poderia ser bem no fim do dia, pois eu retornaria àquele bairro somente no fim da tarde. Liguei ás 17h30 e pedi que por favor me esperasse pois o trânsito estava congestionado. Ás 18h00 entrei apressado na sala dela, e observei que na ante sala havia câmera de segurança, mas na sala dela não. Então fui conferir os documentos com ela, que começou a me mostrar em pé… A distância foi encurtando, e chegou num raio perigoso: aquele onde já se sente o cheiro do outro, até que nossos

cotovelos se encostaram, como que dizendo: “a partir desse toque estão liberados todos os outros…” rs. Falei que estavam ótimos, e já fui colocando os papéis em cima da mesa. A partir daí foi rosto no rosto, beijinho no canto da boca, no outro canto, e então de língua. Ela pediu que eu não amassasse muito sua roupa, então foi a “deixa” pra eu virá-la de costas e curvá-la sobre a sua mesa. Fui levantando a saia dela e disse: “vigie a imagem da câmera, se chegar alguém eu me afasto e a saia cai… Cheio de intenções, eu tinha levado camisinha, e já fui colocando. Então comecei mordendo sua nuca com força, o que a fez empinar o bumbum com igual força. Já estava de bucetinha lisinha e

escorregadia… Sabe quando entra de repente, tudo na primeira empurrada? Aí foi só seguir os movimentos dela… Eu via aquele bumbum gostoso sendo comprimido pela minha pélvis… Delícia… Ela gemia, e pra minha surpresa unhava a mesa e alguns papéis, tinha unhas grandes, fazia barulho… Enquanto ela gemia, desci meu dedo polegar

por entre seu bumbum, vindo desde suas costas… E quando cheguei onde queria, comecei a massagear firmemente seu “anelzinho”, entendem? Então seu gemido aumentou… Sua respiração também, foi quando decidi invadi-la por trás, em dupla penetração… Com meu polegar penetrando um pouquinho, e de pouquinho em pouquinho foi entrando… Mas deixei pra ela decidir aceitar mais ou não… E ela continuou forçando seu bumbum gostoso contra o meu corpo, contra meu dedo mais grosso, que acabou indo até a metade, até eu poder sincronizar os dois

movimentos de vai e vem… E assim foi, fiquei me segurando até que ela gozasse, e então soltei meu jorro de prazer enchendo o preservativo, dei um passo para trás e a saia já desceu encerrando nosso momento de máxima intimidade e cumplicidade. Agradeci por ter me esperado e pela qualidade de seus serviços naqueles documentos… ; )

Contos relacionados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2024 - X Contos Eroticos