X Contos Eroticos » Fantasias » Rapidinha na hora do almoço

Rapidinha na hora do almoço

  • 23 de maio de 2024
  • 208 views

Bom tenho 35 anos e isso aconteceu eu tinha uns 30 anos, ou seja a mais ou menos 5 anos atrás….

Sou casado, mas é sempre bom dar umas escapadas,na época eu trabalhava em um escritório aqui em São Paulo, esse escritório funcionava em uma casa térrea grande lá trabalhava aproximadamente umas 15 pessoas, num belo dia começou a trabalhar uma mulher (que vou dar o nome de Cida) de aproximadamente 38 anos, além de já ter uma empregada que cuidava da limpeza ela também cuidaria de limpar as mesas, fazer o café, atender a recepção enfim faria de tudo um pouco, bom se passando os dias, pegando mais amizade começaram as brincadeiras de vez em

quando, um tirar sarro do outro enfim uma amizade normal, até que um dia ela foi trabalhar de saia jeans e uma blusinha pois estaria começando o verão, então vi que tinha umas pernas maravilhosas e um bumbum muito gostoso e grande apesar de seios pequenos (mas esses são ótimos também que cabem a boca inteirinha).

Ela era separada do marido. Num belo dia começamos a brincar um com o outro (verbalmente) e assunto vai assunto vem ela me falou que estava na seca que há muito tempo não transava aquilo me deixou maluco .

E os dias se passando até que em mais em uma dessas brincadeiras no final ela me falou :

– Pelo seu tamanho seu pinto deve ser pequeno, (eu tenho 1,69 mts), falei para ela que tamanho não era documento e se ela quisesse ver eu mostrava, ela mesmo assim duvidou. Sempre na hora do almoço ela ia descansar em um quartinho que havia nos fundos da casa, quando a vi indo para lá fui atrás, olhei para verificar se não havia ninguém lá e se ninguém viria atrás de mim, chegando ao quartinho ela estava lá lendo, ai falei vou te mostrar o tamanho dele, e para minha surpresa ela falou :

– Quero ver mostra !?

Com isso meu tesão aumentou, então abri o zíper da calça e tirei para fora, ela olhou e falou :

– Nossa realmente não é pequeno é grande mesmo hein ! (Nunca medi mas acho que chega uns 18 cm/19 cm sei lá e também é grosso). Ainda falei para ela pegar nele, mas ela fou que poderia chegar alguém então deixei para lá. Com isso nossa intimidade aumentou e eu louco para sair com ela até que ela me falou :

Trabalho aqui pela manhã e depois vou para um apto que tomo conta aqui do lado é uma senhora viúva que mora sozinha e ela vive viajando, aliás, ela nesse momento esta viajando amanhã vá almoçar mais tarde que te espero lá, fala para o porteiro que você vai me entregar algo e deixo você subir.

Então do dia seguinte ela saiu as 14:00 hs, quando foi umas 14:20 hs fui até conforme o combinado subi a porta estava entre aberta, entrei e ela estava no sofá com uma saia bem curtinha e uma blusinha de alça sem sultien transparente que dava para ver seus biquinhos (aréolas rosinhas), já estava explodindo de tanto tesão, como estava de calça social ela já olhou direto para meu pau que parecia querer sair da cueca de tão duro, então fui em sua direção e já comecei a beija – lá loucamente, na mesma hora ela já colocou a mão no meu pau massageando bem devagar, depois abaixei a alça da sua blusa e comecei a mamar bem gostoso no seus seios, dando mordidinhas bem devagar nos seus biquinhos que já estavam duro de tanto tesão,( isso tudo ainda em pé) depois me abaixei e fui em direção a sua bucetinha, levantei a saia e para minha surpresa ela estava sem calcinha, então comecei a chupa-lá sua buceta estava toda molhada (que delicia, só de pensar já estou da pau duro), levantei e ela começou a tirar minha camisa e minha calça, ela tirou meu pau para fora o começou a mamar gostoso e ainda me falando :

Nossa que pau gostoso e grosso, quero ele todinho dentro de mim, quero sentir esse leitinho quente dentro de mim !

Nossa parecia que eu ia explodir, ela me pagou pala mão me levou em direção ao quarto que tinha uma bela e grande cama King Side, antes dela subir na cama a agarrei por trás e comecei a pincelar meu pau na portinha da sua buceta para cima e para baixo ia da buceta até a portinho do seu cuzinho que delicia então num momento rápido ela já enfiou meu pau dentro da sua buceta e gemia gostoso e alto, como ela tinha uma bunda maravilhosa pensei comigo tenho que comer esse cuzinho gostoso, em poucas bombadas em sua buceta direcionei meu pau para na portinha de seu cu, ela até tentou se afastar e falou :

Aí não ! ( mas com uma voz meio trêmula), então pensei ela vai deixar, coloquei meu pau bem na entrada de seu cuzinho bem devagar e beijando suas costas meu pau foi entrando, seu cu estava sugando meu pau que delicia, bombei bem gostoso, ela ainda tocando uma disse alto :

Vou gozar, vou gozar…aí que delícia !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Comecei a bombar forte até que também não agüentei e gozei como nunca naquele cuzinho, para ajudar ela ainda se contraia para tirar até a última gota, era mais gostoso ainda.

Depois fomos tomar um banho, ainda embaixo do banho ela quis lavar meu pau passando sabonete, punhetando bem devagar e meu pau ainda estava meio duro em minutos ficou duro de novo e não deu outra ela quis novamente e me falou :

Agora você vai gozar dentro da minha buceta !

Enfie meu pau naquela bonita quentinha e gostosa e comecei a bombar gostoso, de frente ela com perna levantada e ao mesmo tempo chupando seus seios e a água caiando, em pouco minutos ela começou a gozar novamente, depois eu falei que iria gozar também e ela no meu ouvido falou :

Goza, goza meu gostoso enche a minha buceta de leitinho enche !

Na hora que estava gozando as pernas estavam ficando até mole, gozei gostoso. Tomamos um banho nos beijamos muito e voltei ao trabalho, quer dizer cheguei super atrasado do almoço e repetimos esse almoço por algum tempo até que ela saiu da empresa pois iria se mudar de cidade e nunca mais falei com ela mas guardo um carinho muito grande e claro boas lembranças.

Meu pau esta até babando só de lembrar da história.

Pessoal desculpe a gramática pois escrevi quando tive um tempinho aqui no trabalho e se alguém pega já viu.

Contos relacionados

© 2024 - X Contos Eroticos