X Contos Eroticos » Fantasias » Sexo com amiga do trabalho casada

Sexo com amiga do trabalho casada

  • 21 de maio de 2024
  • 237 views

Vou relatar uma transa fantástica com uma colega de trabalho, casada, coroa com 50 anos, mas dona de um corpo de dar inveja em muitas mulheres entre 20 e 30 anos, um belo par de peitos, uma bunda redondinha, 1,60 e cabelos loiros. Eu tenho 1,72, 35 anos, não sou malhado, mas também não sou gordinho. Trabalhamos juntos num escritório a uns 7 anos, até então nunca tive nenhum interesse sexual nela, porém tudo mudou por causa de algumas fotos que vi no celular dela, o seu marido é caminhoneiro, ela sempre manda para ele nudes e vídeos se masturbando, mas era

algo que eu desconhecia, até que um dia ela me pediu para ver pq o seu celular estava tão lento, ela estava tranquila, pq achava que depois que ela tirava as fotos ou os vídeos que envia para o marido, ela deletava não teria como eu ver, mas ela não sabia que ficavam armazenados na nuvem. Fiz uma limpeza geral no celular dela, e falei para ela pq que ela não salva as fotos e vídeos na nuvem, fui demonstrar para ela como fazia, quando acessei já de cara vi fotos dela nua, mostrando sua buceta e peitos, ela assustou e pegou o celular da minha de imediato.

A princípio não quis falar nada para ela e fingir que não tinha visto nada, mas confesso que despertou um tesão por ela que até então não tinha.

Passou uns 3 dias ela veio falar comigo, longe dos demais funcionários do escritório, ela pediu para não comentar com ninguém, falei pra ela que nem precisava pedir, que isto seria nosso segredo, daí ela soltou, vc gostou do que viu…fiquei surpreso com a pergunta, mas não né fiz de rogado, já falei pra ela que ela estava muito gostosa e que dava de 10 a 0 em muitas novinhas, ela gostou do que falei, fez uma cara de safada e falou vou te mandar um presentinho por guardar o segredo, alguns minutos depois ela me envia no whatsapp um vídeo se masturbando e falando o meu nome, e o mas gostoso e que ela fez o vídeo dentro do banheiro do escritório.

Fiquei doido, comecei a elogiar e chama lá de gostosa, e começamos a ficar nesta ela sempre mandando vídeos e fotos para mim, confesso que já estava louco para come-la, mas por eu ser casado, e quando termina o expediente já tenho que buscar meu filho e minha esposa, seria difícil algo acontecer entre nós.

Mas aconteceu e durante o expediente, tive que ir num cliente, aonde ela também participaria da reunião, fomos só nos dois no carro, aí não resistimos, foi mão aqui , mão ali, e o nosso tesão aumentando, mas tínhamos horário marcado, então não podíamos atrasar, mas meu pau nas estava todo melado e duro, tenho um pau de 17×8 ele não é tão grande mas é grosso, e estava bem visível, para disfarçar na reunião tive que tirar a minha camisa social para fora da calça, para cobrir a minha ereção. Quando terminou a reunião, falei pra ela vamos para um motel agora, pq estou com muito tesão e preciso te comer.

Ela no início começou a falar que não que era errado, pq nós éramos casados, e ela não queria trair o marido, mas percebi que ela não tirava o olho do meu pau, como conhecia o distrito industrial muito bem, sabia de alguns lugares que estavam construindo, e assim era local de pouco movimento, comecei a dirigir para este local, percebi um lugar bem discreto, e tirei meu pau para fora, ela ficou olhando e falando que eu era doido, mas ela não aguentou e começou a chupar com uma maestria que tive que me controlar para não gozar não boca dela, enquanto ela me

chupava, comecei a acarreciar os peitos, ela começou a gemer alto e falar que eu era puto safado, e que não estava mais aguentando de tesão e que queria dar pra mim ali mesmo, então nós aceitamos no carro como um casal de namorados, ela baixou a calça e a calcinha, eu comecei a dedilhar de leve o critoris dela , e em pouco tempo ela gozou no meu dedo, daí pediu para come-la, nos aceitamos no banco do carona do carro ela pegou meu pau e colocou na

entrada da bucetinha dela, e começou a esfregar, tendo mais um orgasmo, quando ela se recuperou, ela sentou de uma vez na minha pica, apesar dela ser casada e ter 3 filhos sua buceta era apertada e muito quente, ficamos nesta posição por uns 3 a 5 minutos quando pedi para ela, que queria come-la de 4, ela olhou, mas como ambos estação com tesão a mil, abri a porta do carro ela ficou de quatro sobre o banco, e pude ver aquela bunda maravilhosa esperando para ser comida, comecei a pincelar o meu pau na entrada da buceta e ela duplicava para eu meter logo,

que ela já não estava mais aguentando, meti de uma vez ela deu grito de dor e prazer, olhava com uma cara de puta e pedia para meter com força, ficamos assim por quase 10 minutos, quando falei pra ela que iria gozar, ela se virou começou um boquete, gozei na boca dela, gozei muito, vários jatos de porra, ela com uma maestria não deixa escapar nada, olhou pra mim com uma cara de puta, abriu a boca e mostrou minha porra na sua boca, depois engoliu tudo.

Nós recompomos e voltamos para o escritório, como se nada tivesse acontecido. De vez em quando rola um boquete nos banheiros do escritório mesmo, mas tivemos que dar uma parada, pq quase fomos pegos por uma funcionária.

Espero que tenham gostado, este foi meu primeiro conto, sei que foi longo, mas até hj fico de pau duro só de lembrar.

Contos relacionados

© 2024 - X Contos Eroticos