Fodendo a minha puta oriental

Estava eu sentado em uma lanchonete em Madureira, no Rio de janeiro, quando percebi uma mulher nos seus 30 anos, com aquele rosto oriental de traços finos, um corpo até que perfeito, seios bonitos, corpo não curvilíneo, mas muito interessante, pois ela vestia uma legging que deixava o contorno de sua bunda e de sua buceta bem pronunciados.

Esta mulher me olhava fixamente, e quando me levantei para ir pagar a conta ela disse, que pena, eu ficar olhando moço, pelos braços cabeludos. Eu Adora homem peludo, tem tesão. Além de ter dado uma risadinha, fiquei lisonjeado por saber que estava sendo admirado por uma linda mulher.

Continue lendo “Fodendo a minha puta oriental”

Comendo a Faxineira em Casa

Moro em uma casa de 460 metros quadrados (em Pelotas, como aqueles que já leram meus contos já sabem); Uma vez por semana vai uma faxineira para auxiliar a doméstica na limpeza “mais grossa”; Patrícia, a faxineira, deve ter uns 30 anos; é baixinha, um pouco feia de rosto mas conta com um corpo gostoso. Ela tem seios grandes, cintura moldada e a bunda também avantajada.

Numa das primeiras vezes em que ela começou a frequentar minha casa para fazer o serviço de faxina (isso há mais um menos meio ano), não sabendo que ela já estava em minha casa, eu desci apenas de cueca para passar uma camisa e me topei com ela na área de serviços. Fiquei assustado e com vergonha (ela também) e pedi desculpas. Logo subi, me vesti e sem mesmo fazer o dejejum, fui trabalhar.
Continue lendo “Comendo a Faxineira em Casa”

Minha mulher sendo encoxada no trem

Até onde eu sei, essa foi a última da minha mulher, que depois disso disse que ia sossegar a xaninha.

Certa vez, Paula disse-me que adorava ser encoxada nos trens, ônibus e metrô. Confessou-me que se excitava com os volumes dos marmanjos no meio da sua bunda que é uma delícia.

Depois do cinema, não tinha mais o que esconder. Disse-lhe que queria vê-la sendo encoxada, depois foderia sua boceta até deixa-la assada. Paula ficou nitidamente excitada. Pois bem, marcamos de pegar um trem no horário de pico. Destino: safadeza. Sai um pouco mais cedo do serviço e logo estávamos em vagão que mais parecia uma lata de sardinha. Fiquei meio afastado e Paula não demorou a encontrar sua vítima. Um rapaz moreno que vestia um terno, bem apresentado e até discreto.

Continue lendo “Minha mulher sendo encoxada no trem”

Esposa Safada metendo com amante e amigo dele

Vou contar agora dos encontros que ela teve com o primeiro amante fixo dela, amante este que a come a mais de dez anos, foi um dos primeiros q saimos e ainda mantemos contato, ele vai la em casa, come ela sozinho pois a libero para isto.
Bem este conto é antigo como ja disse aqui vou escrevendo os que vou lembrando pois temos muita experiencia ela ja saiu com muitos homens diferentes, hoje não troca tanto de parceiros prefere ter um fixo para encontros semanais.
Nesta época ja haviamos saido algumas vezes com este amante, eles haviam começado a sair sozinhos a pouco tempo então quase tudo era novidade, o melhor de tudo que ele tinha uma casa em uma cidade ao lado da nossa, ele é casado mas a mulher

Continue lendo “Esposa Safada metendo com amante e amigo dele”

Sexo por telefone

Vou narrar esse delicioso conto erótico no qual tem uma intensa putaria com sexo por telefone, Tinha acabado de sair do banho qd meu celular tocou…Atendi era o Lazaro (nome ficticio) um rapaz q teclo com ele ja uns 3 meses…Lazaro mora longe de Sao Paulo…Nosso contato e so pela net ou por telefone msm…Gosto mto de conversar com ele…Lazaro tem 32 anos…Bem vms ao q interessa… ele comentou mto sobre meus contos e fotos…Disse q qd le fica de pau duro e as fotos q ele adora fica doidinho… Começou a perguntar sobre mim cm andava meu caso com Ed e o Japa disse q estava as mil maravilhas e q fui pra casa dele no domingo…ele me disse:
Continue lendo “Sexo por telefone”

Transando com o Mecânico Sarado

Vou falar um pouquinho sobre mim, meus fetiches, sobre o que costumo fazer…se gostarem deixem seu comentário, que vou postando mais, tenho história pra um livro rs. Lá embaixo começo o conto de verdade, ta mores?

OI, eu sou a Casada Paulista !

Não vou revelar aqui meu nome, nem exatamente onde moro, muito menos minhas características pessoais específicas (sempre que virem alguém dizendo exatamente como é seu cabelo, seu peso, sua altura, bairro que mora, profissão etc, pode ter certeza que é mentira, pois fica BEM FÁCIL descobrir a pessoa e aparecerem pessoas conhecidas).

Continue lendo “Transando com o Mecânico Sarado”