X Contos Eroticos » Incesto » Enrrabada pelo tio dotado

Enrrabada pelo tio dotado

  • 7 de junho de 2020
  • 15031 views

Tenho hoje 25 anos sou casada (1,58cm) e tenho um filho 6 anos, meu marido pensa que o garoto é seu filho mas não é. A história aconteceu guando eu tinha 16 anos sou morena clara, cabelos encaracolados,cintura fina e tenho um belo traseiro até hoje. Estava passando as férias de fim de ano na casa dos meus tios em Cabo Frio/RJ com meus dois primos (Paula e Marcelo)meu tio João é um mulato grande e forte deve ter mais ou menos 1,90cm. No dia que ele me enrrabou de manhã tinhamos ido a praia e eu estava bronzeada e linda como sempre na praia guando tirei a canga deixei a mostra meu belo traseiro e o meu tio não tirava os olhos do meu rabo, entramos na água eu e meus primos mas o meu tio as ondas estavam um pouco forte e toda ora ele queria me segurar guando vinha as ondas não tive

disksexo

maldade no momento até que certa hora veio uma onda mais forte e ele me segurou pelos quadris pude sentir seu imenso pau em minha bunda que estava muito duro, guando ele me soltou eu sai da água e fiquei um pouco assustada ele saiu um pouco depois já não estava mas com o pau duro.Guando chegamos em casa por volta das 17horas tomamos banho e a noite saimos fomos dar um passeio, a noite não sabia o que me esperava, guando todos estavam dormindo deveria ser cerca de 2horas da madrugada levantei para beber um pouco d’agua e fui até a cozinha que ‘e bem distante dos quartos é no primeiro piso da casa, guando estava na cozinha meu tio apareceu vestindo um shorte largo sem camisa e eu estava vestindo uma camiseta sem sutiã e um shorte de malha fina sem

calcinha (eu não sabia que ele estava acordado lá embaixo, por isso que desci vestida deste jeito)ele me perguntou se eu tinha ficado espantada porque ele estava de pau duro na praia eu meio sem graça respondi que não mas estava com muito medo derepente ele colocou o pau para fora(estava mole)e me perguntou se eu já tinha visto algum parecido com o dele eu fiquei sem saber o que responder porque nunca tinha transado com ninguém, ele chegou perto de mim e eu comecei a sair dizendo que ia subir foi ai que ele me segurou e me beijou a força eu tentei sair mas como ele é muito forte minha tentativa foi em vão ele meteu a mão por dentro do meu shorte de malha fina e

começou alisar meu cuzinho e seu pau crescia cada vez mais era enorme uns 22cm,ele tapou a minha boca e me levou colo para a garagem chegando lá colocou o pau na minha boca e mandou que eu chupasse e eu com medo obedeci até ele encher a minha boca de porra depois ele começou a chupar minha buceta e eu tive uma sensação de medo e prazer depois de eu gozar duas vezes seu pau já estava duri novamente e ele rancou meu shorte eu tentei fujir porque já sabia o que me esperava ele colocou-me deitada tampou novamente a minha boca meu cuzinho já estava todo lambuzado do líquido da minha buceta que ele tinha lubrificado junto com a sua língua e encostou aquele enorme caralho na porta de meu rabo e começou a força eu tentei fazer força mas ele disse que seria perca de tempo e que era melhor eu relaxar para que doe-se menos, ele começou a me penetrar com aquele enorme pau e eu sentia muita dor depois que a cabeça entrou ele começou a empurrar e eu sentia aquilo me rasgando toda por dentro

guando ele colocou tudo começou a me bombar eu tentei gritar porque estava doendo muito mas foi em vão ele me deu um tapa no rosto e mandou que eu calasse a boca me chamando de vadia e cada vez mais me bombava até que encheu meu cuzinho de leite depois ele tirou e seu enorme caralho estava cheio de sangue ele mandou eu me levar e subir. Não consegui dormir a noite inteira de manhã desci para tomar café e ele já estava a mesa me tratou como nada tivesse acontecido e eu fiquei com medo de contar para minha tia e primos, não podia ir embora porque senão iria ficar esquisito. Passado alguns dias ele teve a audácia de ir até meu quarto guando eu estava dormindo e deitou do meu lado e começou alisar a minha bunda desta vez não fiquei com tanto medo ele colocou seu pau para fora e me mandou chupar novamente obedeci depois de estar bastante duro ele pegou vasilina e passou em seu pau e depois

passou em meu cuzinho e a única coisa que fiz foi relaxar e ele novamente começou a enviar aquele enorme pau em meu rabo e eu guardei ele todinho em cuzinho depois começou a me bombar a dor era bem menor que da primeira vez e eu passei a gostar de ser enrrabada pelo meu tio ele percebendo que eu estava gostando começou a me chamar de puta, vadia, vagabunda e eu gostava mais ainda (dava mais tesão)depois de ter enchido a meu cuzinho de porra tirou o seu pau e mandou eu chupar e deixar o pau dele limpo na mesma ora obedeci enquato chupava seu pau ele começou a chupar minha buceta e na altura do campeonato já estava querendo dar minha buceta para ele e não deu outra depois que ele se recuperou e estava novamente com o pau duro, colocou uma camisinha me colocou sentada na beira da cama e começou a força a porta da minha buceta que nunca tinha levado pau antes (eu era virgem)

guando ele rompeu o meu hímem doeu muito e saiu um pouco de sangue mas o tesão era tanto que eu mandei ele continuar e ele foi empurrando para dentro até eu acasalhar todo seu enorme pau na minha buceta ele não demorou a gozar e saiu rapidamente do meu quarto, minha tia trabalhava e o meu tio também ele inventou que não estava passando e falou que não ia trabalhar eu entendi que ele queria ficar em casa para me comer e não deu outra, guando meus primos sairam para prais e eu falei que ia dormir mas um pouco meu tio apareceu novamente no meu quarto mandou eu chupá-lo eu novamente obedeci só que desta vez ele não colocou camisinha mandou eu ficar de quatro e começou a meter na minha buceta eu estava sentindo muito tesão e comecei gozar alucinadamente até ele me encher de porra, guando acabpu as férias voltei para casa e o meu tio ainda me comeu várias vezes depois até mesmo depois de casada.

Contos relacionados

Comentários

© 2020 - X Contos Eroticos